segunda-feira, 28 de maio de 2007

Grupo Danças e Cantares procura espaço para sede e novas actividades

A maioria dos espectáculos são promovidos através de contrato e não de permutas.

O Grupo de Danças e Cantares das Margens do Rio Uíma, Caldas de S. Jorge, fundado a 23 de Abril de 2002, tem dois grandes objectivos e um leque alargado de actividades. Apesar das dificuldades financeiras, os seus elementos não se poupam a esforços de toda a natureza para que o “produto” que oferece seja de qualidade, o que faz com que tenha sempre “casa cheia” quando apresenta um espectáculo seja ele de folclore, karaoke, música popular ou danças recreativas.

Desde que se constituiu como associação, tem lutado por conseguir colocar em prática dois grandes objectivos – a construção de uma sede para que possa criar novas valências, bem como uma pesquisa sobre os usos e costumes das terras por onde passa o rio Uíma (de Romariz a Crestuma). Com o trabalho de pesquisa, o presidente da Direcção, Joaquim Santos, está convencido de que a qualidade poderá ser melhorada.

terras da feira on-line

5 comentários:

Anónimo disse...

Mais uma sede?
Para quê?
Para satisfazer vaidades pessoais?
Para daqui a uns anos existir amuos e virar-se uns para cada lado?

Anónimo disse...

isto é a freguesia das casinhas abandonadas...´são estes que para actuarem em caldas de s. jorge pediram dinheiro(festa de s. jorge)...venham pedir para a sede... que depois levam a resposta...

Anónimo disse...

SOU FA DO GRUPO DANCAS E CANTARS DAS MARGENS DO RIO UIMA!AINDA BEM QUE A VOCALISTA DO CARAOK FUI SUBSTITUIDA!!! PK FRANCAMENTE TANTA VAIDADE DEIXAVA DÓ DE VER. ENFIN ERA MUITA MERDA!!!!

Anónimo disse...

pois è!muita conversa ...muita inveja o certo é que o grupo´tem gente de quantas freguesias?????? forca para o presidente para que faca a sede.

Verissimo Produções disse...

Agradecia o contacto do Grupo - 965 266 571

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL