sexta-feira, 8 de junho de 2007

Conterrâneos Que Sempre Recordamos…

Casa do Herdeiro
Casa apalaçada com estilo renascentista,
varandas e brasonada

P. António Domingues da Conceição

Nasceu na casa do Herdeiro na Sé em 8 de Outubro de 1827

Nasceu na casa do Herdeiro na Sé em 8 de Outubro de 1827 e era filho de Manuel Domingues da Conceição e de Rosa Maria da Conceição.
Foi sempre conhecido pelo apelido da casa: "Padre do Herdeiro".
Ordenou-se em 21 de Setembro de 1850.
Desde 1845 era professor oficial nesta freguesia e foi até 1866.
21 anos de professor oficial.
Neste ano requereu e obteve a igreja de Fornos da Feira e foi paroquiar esta freguesia em Novembro desse ano. Em 21 de Dezembro de 1877 colou-se na igreja de Guisande. Tendo então 50 anos de idade. Paroquiando-a durante 25 anos.
Em Abril de 1904, devido à sua idade 8 77 anos de idade ) e falta de saúde, pediu dispensa do serviço paroquial, que lhe foi concedida; mas ficando a ocupar a residência devido ao encomendado não precisar dela.
Em 1905 mudou-se para a casa do capitão, na Sé e ali faleceu em 19 de Outubro do ano seguinte ou seja 1906.
Figura destacante este padre do Herdeiro pelas suas qualidades e seu génio..
Noo seu fundo era bom.
Como pároco não faltava às suas obrigações e mostrou-se sempre muito piedoso..
Um dos factos em que ele mostrou a sua intransigência, foi a venda dos passais.
O que não berrou contra essa espoliação!
Um seu sobrinho quis comprá-los para ele continuar a usufrui-los.
Mas não senhor! Proibição absoluta!
Os juros mesmo das inscrições, nunca os quis para ele...
E naqueles que compraram prédios, dentro e fora da igreja, malhava como em centeio verde!..
De resto e na freguesia de Guisande ao menos viveu sempre recolhido e muito isolado sobretudo depois que lhe tiraram o passal.
Convivia pouco e não tinha intimidade com ninguém.
O seu génio mesmo não lhe permitia grandes relações.
E são estes os traços mais importantes do feitio do li “Padre Herdeiro , desde que aqui nasceu e veio a morrer a 19 de Outubro de 1906. Com 79 anos.
Que aqui foi professor durante de 21 anos, que cedeu a esta igreja bastantes paramentos e alfaias e que nunca se pagou dos serviços aqui feitos.
E Abade Inácio autor das suas notas biográficas lembra com saudade o velho colega que sempre o tratou com a maior das amizades.

Das Memórias Paroquiais
ATM

Sem comentários:

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL