terça-feira, 31 de julho de 2007

Passeio dos Idosos...

Passeio dos Idosos

Estão em curso as inscrições para o passeio dos Idosos até final do mês de Julho.

O passeio terá lugar no dia 15 de Setembro de 2007, com arraial minhoto na Quinta da Malafaia.

segunda-feira, 30 de julho de 2007

As Intrigas do Zouvineiro!!!


Funcionários e magistrados do Tribunal preocupados com cobertura de amianto...

Têm sido diagnosticadas neoplasias em alguns dos que prestam serviço no Palácio da Justiça feirense.
Ainda há edifícios propriedade do Governo Português cobertos com placas de amianto – uma fibra mineral, com propriedades cancerígenas –, apesar de a União Europeia ter proibido o seu uso desde Janeiro de 2005. Um deles é o do Tribunal de Santa Maria da Feira. A situação preocupa funcionários e magistrados que diariamente laboram naquele espaço.

União Europeia proibiu uso desde 2005

Leia mais na edição impressa do "Terras da Feira"
In Terras da Feira On-Line.

-_-_-_-_-_-_-_-_-_-

Agora pergunto eu!!!

E a escola de Azevedo???

Será que já foram feitos teste a quem frequenta a aquele espaço???

Se aparecer uma criança cancerígena, quem se responsabiliza??

Tenho dito...

Perigo e Abandono...

A rua principal do lado sul das termas de Caldas de S. Jorge, há bem pouco tempo sofreu obras de requalificação, na qual resultou a colocação de umas caleiras com grelhas para drenagem das águas pluviais. Com o passar do tempo, essas grelhas foram-se partindo e outras desapareceram com o aumento de vandalismo daquela zona, tendo sido muitas delas arremessadas ao rio. É tempo de a junta de freguesia colocar novas grelhas, e se possível colocar um sistema que não permita a fácil retirada.

Parabéns...

Quando é para criticar, o Blog critica, quando é para elogiar, o blog elogia...
Após ter publicado a notícia anterior, a Junta de Freguesia colocou as grelhas em falta, e aplicou um dispositivo de segurança que não permite a sua fácil retirada.

Alerta, Mais uma vez!!!



BANCOS FORA DO LUGAR.

Solicita-se que a junta de freguesia, olhe de uma vês por todas, para o jardim Dr. Carlos, é inadmissível que ao fim de mais de doze anos, os bancos do jardim ainda estejam fora do local dos mesmos. Pior, os cabos eléctricos que lá se vêem à espera de candeeiros, só faltam saber se eles têm corrente eléctrica.Esta é uma obra que não tem custos significativos, basta para isso, ordenar que um ou dois cantoneiros percam algum tempo, e que haja um pouco de boa vontade e gosto, por parte de quem organiza o trabalho da autarquia.

CABOS ELÉCTRICOS.

Concurso “Vestidos de Chita”...

Ontem à tarde, decorreu mais um concurso de Vestidos de Chita.

Diga-se que foi das poucas vezes este ano, que as festas de animação termal tinham muita gente a assistir.
O Blog das Caldas foi ver o porquê, de tanto aglomerado de pessoas!!!
Então foi quando os “agentes secretos” tiram as fotos, dos três candidatos a primeiro prémio, razão de tanto alarido.

Centro Equestre abriu portas há quatro semanas...

Escola de equitação aberta ao público

Não há idade para aprender a montar – garante o promotor do centro, no lugar das Corgas.
Hipoterapia – actividade terapêutica destinada a pessoas com deficiência – está no horizonte.


Embora a funcionar há um ano, o Centro Equestre das Corgas, das Caldas de S. Jorge, abriu as suas portas ao público apenas no primeiro dia de Julho. Com apenas quatro semanas, regista já uma a adesão significativa, deixando o promotor optimista quanto à continuidade do projecto.

Leia a reportagem na edição impressa do "Terras da Feira"


In Terras da Feira On-Line

”Juventude Inquieta” quer terreno para construir sede a longo prazo.

Fundada oficialmente em 2001

Associação tem dinamizado diversas iniciativas, de carácter intergeracional, e tem cooperado com outras entidades públicas e privadas na promoção e organização de actividades culturais, sociais e formativas.

Uma sede. É o que falta à Associação Juventude Inquieta, das Caldas de S. Jorge, para que possa desenvolver melhor a sua actividade. A construção é a principal prioridade da colectividade, que aguarda colaboração da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia ou da paróquia na cedência de um terreno. É, apesar de tudo, um projecto de longo prazo.

Veja grande reportagem sobre associação, na edição impressa do "Terras da Feira"

In Terras da Feira On-Line.

domingo, 29 de julho de 2007

O que é o Projecto Esperança ?

O que é o Projecto Esperança ?
Não se pode exprimir por palavras a dor de um pai e de uma mãe ao perder o que de mais precioso têm na vida, o seu filho. Não existem palavras que traduzam o desespero e o sofrimento de uma criança a quem lhe é roubado o mundo em que vive.
Não queremos nem podemos ser indiferentes a toda esta infelicidade que nos rodeia, se cada um de nós der um pouco do seu tempo, do seu trabalho e da sua força podemos mudar algo. O nosso pouco pode levar muita esperança aos que dela vivem.
Desenvolvemos alguns cartões que poderá colocar facilmente no seu site pessoal, comercial ou blog. Estes cartões têm fotografias e informações de crianças desaparecidas em Portugal.
A internet é um poderoso recurso no combate a este tipo de problemas. Juntos poderemos levar estes rostos a milhares de pessoas.

Não permita que estas crianças caiam no esquecimento. Colabore

11 ª VIAGEM MEDIEVAL EM TERRA DE SANTA MARIA

A Viagem Medieval em Terra de Santa Maria vai comemorar de 3 a 12 de Agosto de 2007, os 600 anos da confirmação régia da feira da Terra da Feira, evento promovido pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, em parceria com a Federação das Colectividades de Cultura e Recreio do Concelho. Em tempo de paz da feira aproveite os momentos de lazer e reviva o passado de uma terra que foi centro de comércio e revitalização da economia nacional – Santa Maria da Feira.
No tempo de D. João I, o reino de Portugal conheceu a maior desvalorização da moeda da sua história. Para combater essa inflação, procurou-se incentivar o tráfico comercial, atraindo mercadores estrangeiros e, ao mesmo tempo, desenvolver o comércio interno através da criação de feiras e de leis proteccionistas a favor dos mesteirais e mercadores. A frequência do vocábulo feira na toponímia parece demonstrar essa proliferação.
A existência de feiras, por iniciativa popular, era confirmada, mais tarde, pela autoridade régia, comprovada pelo nome de feira franqueada ou franca, facilitando as trocas comerciais e incentivando assim o comércio interno. A implementação de um ambiente de paz da feira também favoreceu a segurança e o livre-trânsito de feirantes e visitantes. Quase sempre era uma feira anual, mas podia ser semestral ou até quinzenal, associada na sua origem a festas de santos protectores – S. João, S. Miguel ou S. Nicolau. As feiras ajudavam à solidariedade e à formação do sentido de nacionalidade. Para um casal isolado, a feira era aproveitada para comprar e vender as faltas e os excedentes da produção, o ponto de contacto com o resto do mundo, o sítio onde se recebiam e davam notícias e se incentivavam as relações interpessoais. Localizadas em espaços denominados rossios, existiam em quase todas as povoações do reino. Situavam-se perto da entrada da vila, ora dentro ora fora da muralha, o que permitia o fácil acesso dos transportes e do gado. Em 27 de Junho de 1407, D. João I concede aos homens bons da Feira, através do seu cavaleiro João Álvares Pereira, a carta de feira franca, para que se faça e que possa fazer daqui endiante cada quize dias huma feira. A Viagem Medieval em Terra de Santa Maria vai comemorar de 3 a 12 de Agosto de 2007, os 600 anos da confirmação régia da feira da Terra da Feira, evento promovido pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, em parceria com a Federação das Colectividades de Cultura e Recreio do Concelho. Em tempo de paz da feira aproveite os momentos de lazer e reviva o passado de uma terra que foi centro de comércio e revitalização da economia nacional – Santa Maria da Feira.

sábado, 28 de julho de 2007

Ciprestes!! E mais ciprestes!!




Antigamente não era assim..era tudo mais simples!!!Ciprestes!!.. Pronto também embirrei com os ciprestes das Termas
Cipreste ( s.m) do latim cypressu ( árvore de Chipre?!)
Género de plantas coníferas, que compreende árvores resinosas
sempre verdes e que se planta geralmente no cemitérios.
( Do Dicionário Ilustrado Lello & Irmão – Editores)
Ora, valha-me Deus o Parque das Termas nada tem a ver com cemitério,
Antes pelo contrário cemitério serve para enterrar os mortos
As termas para dar vida e saúde e serem bonitas e princesas.
Por favor tirem-nos daqui!
Só servimos para estorvo, para depósito e esconderijo de lixo orgânico!
Até há quem diga que provocamos o cancro!
Se for verdade adeus e pedimos muita desculpa!

Irra! Já é demais




Fontanário com problemas!

Isto já é demais.
Sujo.
Já por duas vezes assinalado no blog,
Duas vezes limpo!
Agora novamente limpo por mãos benfeitoras!
Castigo para os “ lixadores”!
Exige-se vigilância e coima autárquica de 250 €
Engenheiro da autarquia (funcionário da Junta)
Elaborou plano para reactivação do Fontanário e vai levar projecto avante!

O Carro Encravou…



Porra, porra, o carro encravou…


Ao descer as nossas ruas, ficamos com um sentimento de nostalgia. Parece que perdemos a batalha. Onde está a garra, a inovação, o ser diferente? Será que o carro encravou mesmo?

Vila cheia de potencialidades, onde a paisagem natural brindou esta gente. Se temos tudo! O que falta afinal?

Quem será que precisa de revisão? Serão as pessoas responsáveis pelo destino da autarquia, ou seremos nós mesmos?. Teremos de trocar de carro (autarcas?) ou teremos de trocar de residência?

- O nosso parque termal é fantástico, mas é nosso e não da Câmara.(Deve ser Nosso?)
- Os fantasmas envolventes ás termas, Fabruima, etc.. são problema nosso?
- A falta de casa para as colectividades é problema nosso?
- A fuga do hotel para a feira também é culpa nossa, ou não será?
- O Pavilhão gimnodesportivo, será que não o merecemos?
- A rua pedonal das margens do rio, grande utopia?
-…… mais…

Não embalo em cores ou discursos politicamente correctos. Sou pelo “Penso logo existo”. Antes de criticar deves mostrar como fazer melhor.

Mudemos tudo o que for necessário, nem que seja de “carro”.

Se o carro encravou, VAMOS, NEM QUE SEJA A PÉ…
Porra, um dia esta terra ainda há-de ser grande.

Ass: Águia atenta

Escutismo:


_Porque faz este ano 12 anos que entrei para os escuteiros
__Porque me fizeram crescer
__Porque lá aprendi a arriscar e a nao ter medo
__Porque lá amadureci
__Porque fiz lá alguns dos melhores amigos
__Porque foi lá que passei os melhores momentos
__Porque lá conheci milhares de pessoas fantasticas
__Porque o escutismo fez me uma pessoa diferente e melhor
__Porque não sei o que o futuro me reserva
__Por tudo e mais alguma coisa
__Porque simplesmente somos os maiores
_Forte Canhota*:)*

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Um Forte Abraço ...

















Muito se tem falado, num misto de agradecimento e saudade a este ilustre amigo!

O Nosso sentimento primeiro, é de agradecimento ao amigo de algumas batalhas, companheiro deste Agrupamento de escuteiros.

Dizia ele: “Isto é para mim uma escola, Obrigado chefes, continuai pois tereis sempre o meu apoio no que for possível” . E disse-o várias vezes…

Mas sobra também a saudade! Ainda neste fim-de-semana a sua cadeira no passal estava vazia. Ainda que soprasse uma leve brisa trazendo o seu sorriso e sua palavra amiga faltava algo.
Mas por entre o cume das árvores alguém certamente espreitava, e mais uma vez, sentimos o toque amigo no ombro.

È nosso dever prestar homenagem a um amigo, recorda-lo com orgulho, e recomendar aos nossos autarcas que procurem conduzir os destinos da nossa vila, tendo como exemplo as suas“Boas Acções” .

Como dizemos aos “nossos rapazes” O escuteiro orgulha-se da sua fé e por ela orienta toda a sua vida. Também nos devemos orgulhar das nossas personalidades, e com o exemplo deles orientemos o nosso futuro.

Um sincero abraço. Até sempre amigo.

Chefe Quim

As Intrigas do Zouvineiro!!!

1- Ao que os “ Serviços Secretos” do Zouvineiro descobriram, a Casa do Benfica, está de malas aviadas para o antigo “Café Ibiza”. Ao que se sabe a data proposta para a entrega do estabelecimento é no dia 15 de Agosto. Pelo que foi ainda descoberto, existe uma possibilidade do actual explorador manter-se no mesmo local, independentemente da mudança da “Casa do Benfica”.

2- A Câmara de Santa Maria da Feira, concluiu as obras de beneficência do parque das termas. Devo dizer que até os famosos “caixotes do lixo” da “ Dr. Teresinha” foram retirados. Só ainda não compreendo, o porquê de sempre que a freguesia precisa do Parque Termal, tem que solicitar à sociedade de turismo, e não à câmara Municipal. Será que a única entidade que realmente investe naquele aprazível local, não é a responsável pelo mesmo.... Também alguém me pode explicar, porque razão, ficaram aqueles cedros na frente do Parque!!! Será que ninguém tem olhos na cara para ver o “nojo” que ficam aquelas “ditas” árvores debaixo de outras!!! Tenham dó e retirem aquela “borrada” de “organização Florestal” que tem sido levada a cabo no Parque das Termas.


3- Pelo que dizem, o Presidente supremo da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, vem hoje em visita oficial, a Caldas de S. Jorge. Pelo que se ouve, a visita tem como ponto principal, os famosos 100,000€ de alcatrão. Ao que se sabe, a Câmara não encomendou nenhum alcatrão, a Junta também não, pelos vistos foi o empreiteiro, que se lembrou de gastar 100,000€ e oferecer umas estradas novas a Caldas de S. Jorge!!! Ainda dizem que não existe beneméritos???

4- Pelo que se diz, os três elementos da Junta de Freguesia, andam “às cabeçadas”. Diz-se que os “Independentes” e os “Socialistas” estão a fazer tudo por tudo para arranjarem uma desculpa, a fim de justificar novas eleições. Ao que se sabe as jogadas de bastidores já estão a ser feitas, uma delas é a colocação no ponto de ordem da próxima assembleia, o tema das pedreiras. Esse tema quente, que muito tem dado que falar, será o pretexto, caso o presidente da Junta tome novamente uma posição de dureza, para os outros dois elementos da junta baterem com a porta.

5- Para terminar, vou falar do que se diz pela freguesia!!!???
Ao que se diz, o presidente da Junta de Freguesia, descobriu um “self-service” na contabilidade diária da junta!!!! Mais não digo, pode ser um tema para desenvolver mais tarde???!!!

Casa Dr. Carlos...


Parece que as Termas estão condenadas a ter à sua volta a imagem do abandono e dadegradação. Temos tido a Fabruima e as Casas da "Pines". Agora começou a ruir a casaque foi do Dr. Carlos Ribeiro e que agora pertence ao actual dono da Fabruima.

Não se imagina como estará esta casa lá por dentro, casa que, não sendo nenhuma joia da coroa era tida como uma Casa Emblemática e que foi JOIA durante muitos anos.


Felizmente que a Pensão do Parque tem sido decentemente conservada (pelo menos ao queé exposto à visão), de contrário as Termas ficariam totalmente cercadas do pior quede poderia desejar.


Mais um pretexto para que a Junta e tudo o que mexa faça alguma pressão junto da Câmara no sentido de, ela própria resolver no que é seu, e exercer toda a autoridade que tenha para que o dono dos prédios degradados faça algo.


José Pinto da Silva.

Uma Aventura nas Caldas III

Evento desportivo que será realizado no próximo fim de semana nas Caldas de São Jorge.


quinta-feira, 26 de julho de 2007

As Termas de S.Jorge convidam avós e netos para torneio de jogos tradicionais...

Hoje, dia 26 de Julho, as Termas de S.Jorge comemoram o Dia dos Avós, promovendo uma iniciativa dirigida a seus termalistas que pretende juntar netos e avós, num torneio de jogos tradicionais, com o intuito de celebrar os seus laços afectivos.
Nesta iniciativa as Termas de S.Jorge propõem aos seus termalistas que tragam ao balneário o seu neto(a) ou avô(ó) e que formem uma equipa com designação própria para participar num torneio de jogos tradicionais como cartas, dominó, jogo do galo, damas, xadrez...Tendo como palco o fantástico parque termal, local por excelência para as tardes de Verão em família, esta iniciativa estará aberta a toda a comunidade local.As Termas de S.Jorge convidam os seus termalistas a celebrar o dia dos Avós!

OLHO VIVO...


Zona de descanso à face da Estrada Nacional 326, Lago, Caldas de S. Jorge.

In Terras da Feira On-line

A fantástica década de 90...

Vamos ficando mais velhos. Digo isto como quem se confessa. Começamos a perceber que, mesmo não querendo, o nosso corpo dá mostras de cansaço nas noites mais longas.
Mesmo os pequenos nadas com que nos deslumbrávamos começam a ser, cada vez mais, uma miragem.
Os dias e, principalmente as noites, ficaram mais curtos. Passaram entre 10 e 15 anos, e estamos em Julho de 2007. Julho de 2007? Já?
O trabalho e as preocupações com a casa ocupam-nos a maior parte do tempo. Em determinados momentos, damos até por nós a ter atitudes mais conservadoras. Dizemos coisas do tipo "... no meu tempo é que era...", o que, em certa medida, até se poderá considerar perigoso.
Mas, mesmo assim, e tendo em conta esse risco de repetir muitas vezes "no meu tempo é que era", vou falar-vos um pouco dessa fantástica década de 90.

Para muitos, as notas do décimo segundo eram o pronuncio de que, feliz ou infelizmente, o final de Agosto estava aí à porta e era tempo de arranjar um emprego que permitisse assegurar o compromisso mensal da quota do Seat Ibiza cinzento metalizado (ou do Renault Clio "de dois lugares"). Seria esse meio de transporte que nos levaria, futuramente, a percorrer os mais diversos recantos de "diversão" e a assumir a (quase) verdadeira independência paternal (quase porque era só em teoria).
Para outros, era tempo de recarregar baterias e das alucinantes noites de insónia na incerteza do ingresso na desejada universidade.
Deixara-mos de ser putos fazia algum tempo.
- Os dois dígitos que carregam os dezoito, têm uma magia especial: a malta julga-se verdadeiramente autónoma, parece ter o mundo aos seus pés, qui çá, para o moldar à sua própria imagem.
Não demorará muitos anos a perceber que não é bem assim. Mas, em todo o caso, não é isso que importa por agora.
Dizia eu que essa fantástica década de 90, foi repleta de peripécias, umas agradáveis, outras nem por isso (a diferença está em que as primeiras foram em muito maior número).
Foram tempos em que a malta dispunha de algum do seu precioso tempo na defesa de algumas causas, entre elas, a ambiental, a associativa, a política (embora esta com menos adeptos), a musical, enfim, por aí fora.
Quem não se lembra das lutas contra a poluição no Uíma, contra o abate de árvores na freguesia, contra as podas desenfreadas dos plátanos do parque? Quem não se lembra dos registos videofotográficos do rio, desde as "suas nascentes" até às ribeiras? Quem não se lembra do trabalho nas noites geladas a preparar o desfile no Carnaval? Quem não se lembra do saudável "combate" artístico que as pinturas de mensagens políticas no alcatrão proporcionavam?
Quem não se lembra ainda das "excursões" ao velho estádio de Alvalade para assistir aos memoráveis espectáculos dos U2 (ZooTV Tour), dos Dire Straits ou ainda dos sempre fantásticos concertos de música moderna portuguesa?
Sinto alguma nostalgia ao recordar esses tempos. Tempos das festas do chantily, das festas na relva, tempos da organização de campos de trabalho nacionais, tempos de noites de canções e guitarradas no saudoso México Bar, tempos de churrascadas ali p'rós lados da ponte dos candeídos.
Tudo era feito com militância (essa palavra cada vez mais em desuso) e, acima de tudo, impregnado de paixão.
Mas a malta vai ficando mais velha. Por isso, esses tempos já lá vão. Podem não ter representado muito para o actual dia-a-dia da nossa freguesia. Podem até não ter servido de nada. No entanto, quero-vos assegurar que permitiram, quanto mais não seja, para o aprofundar das nossas raízes enquanto cidadãos e pensar, nem que fosse, por breves instantes que, afinal de contas, todos nós, sem excepção, podemos e devemos contribuir para o pulsar de Caldas de S. Jorge.
É isso que se espera de todos, e principalmente, das novas gerações. Para que, cada um, e à sua maneira, possa viver a sua fantástica década de 90…

atento73

Escuteiros do Concelho assinalam centenário do movimento...

O movimento escutista está a comemorar o centenário e os agrupamentos do Concelho assinalam-no de forma diferente. Os de S. Miguel do Souto e Caldas de S. Jorge participam num acampamento nacional, em Idanha-a-Nova, enquanto o de Santa Maria da Feira aderiram ao 21º Jamboree Mundial, em Brownsee, Inglaterra.

Leia mais na edição impressa do "Terras da Feira"

In Terras da Feira On-Line

quarta-feira, 25 de julho de 2007

terça-feira, 24 de julho de 2007

Comentário do Dia...

SÓNIA COELHO disse...

Desde já agradeço e saluto a ideia do Sr. Padre.Para mim é-me muito querida e sentida a homenagem, porque mais que uma luta, que uma causa, que uma devoção, foi um amor grandioso até ao ultimo do seu ser que o meu pai teve pela Terra. Por mais contrariedades, desavenças ou afins, nunca ele deixou de lutar por São Jorge, mesmo quando essa luta significava abrir mão de sua vida propria e da familia. Quantas Telefonemas, ameaças, meu pai teve as,Tres ou quatro da manha e de punho em riste, Igreja abaixo e não se lhe conhecia medo. Quantas vezes eu fechava a carrinha, porque o cenário não era pacifico, e muitos também os ouve quem o acompanhasse.Ele deu, sem querer Glorias ou Histórias, deu porque acreditava numa terra melhor e nunca, nunca desistiu.Nos ultimos momentos, sempre falou na Junta com nostalgia e com uma vontade sem igual em retornar ao trabalho.É-lhe conhecido, na ultima campanha a "vontade" de não continuar, mas sabemos que no fundo o que ele queria era um toque no ombro a dizer, continua, estás no bom caminho, E NÃO ESTÁS SOZINHO. Quantas vezes ele esteve sozinho!!!, mas o verdadeiro amor a terra estava la dentro no sangue, nos dias, nas horas nos minutos.Quantos vezes o coração se lhe apertou, abanou e...a luta continuou.Mais que uma placa, um baptismo,ou homenagens nunca se esqueçam de quem tanto deu em troca de uma terra melhor para todos Nós.

Mais uma vez obrigada Sr.Padre.

http://caldas-sao-jorge.blogspot.com/2007/07/personalidade-de-relevo.html

AGENDA DIÁRIA...

06h00 am – toca o despertador
06h05 am – consulta blogspot
06h15 am – higiene pessoal
06h30 am – consulta blogspot
06h45 am – pequeno almoço
07h00 am – Junta Freguesia
07h05 am – consulta blogspot
07h30 am – estaleiro da Junta
08h00 am – consulta blogspot
08h30 am – café
09h00 am – consulta blogspot
09h00 am - entrevista
10h00 am – curso de informática (como escrever num blog)
12h30 pm – almoço
13h00 pm – consulta blogspot
13h30 pm – passeio de barco
17h00 pm – estaleiro da Junta e visita às obras
18h00 pm – Junta Freguesia
18h01 pm – consulta blogspot
18h30 pm – consulta blogspot (com secretário e tesoureiro)
19h00 pm – assinar um atestado
19h00 pm - consulta blogspot (com secretário e tesoureiro)
20h00 pm – jantar
20h30 pm – consulta blogspot (tentar escrever comentário)
21h00 pm – café
22h00 pm – regresso a casa
22h05 pm – consulta blogspot
22h30 pm – deitar

fonte: INSTITUTO INTERCONTINENTAL DE ESTATÍSTICA


Ass: Guga.Gago

Pum! Pum! E a festa cabou! Para o ano há mais!




Pum! Pum! E a festa cabou!
Para o ano há mais!


segunda-feira, 23 de julho de 2007

É pena ! E a Festa está a acabar! Já podemos rasgar??!!













É pena !
E a Festa está a acabar!
Já podemos rasgar??!!
Venham os fogiuetes!
Parabéns ! Para o Ano há mais!





“Nunca ultrapassarei os limites das minhas competências”



"Hermínio Mota não vai demitir-se do cargo que está a ocupar. Vai levar o mandato até ao fim". "Há quem diga que não sou capaz de gerir quatro ou cinco empregados de junta, o que é um contra-senso".
"O saneamento básico é a obra que nos torna diferentes de um país do terceiro mundo".

Vai directo ao assunto. Garante que sabe quais as suas competências e que jamais ultrapassará a linha. Assegura que os elementos da Junta serão permanentemente informados e deixa claro que não se fará representar em assuntos importantes. Hermínio Mota acaba de tomar posse como presidente da Junta de Caldas de S. Jorge. O saneamento básico está no topo das prioridades. O caminho pedonal nas margens do Uíma vem a seguir. O autarca regressa a um lugar que já ocupou e afirma que as águas estão calmas. Mas caso haja eleições intercalares, Hermínio Mota deverá recandidatar-se pelo PSD.


Leia a entrevista na edição impressa do "Terras da Feira"

In Terras da Feira On-line.

Caldas de S. Jorge | Têm sido alvo de vandalismo

Casa da Pines e Fabruíma carecem de intervenção




Enquanto não há uma intervenção definitiva, serão vedadas entradas da casa, enquanto o futuro da antiga fábrica está nas mãos de um proprietário.
Câmara terá contactado proprietário da Fabruíma com vista a definir-se o futuro do edifício.


Num curto espaço, dois edifícios pouco dignificantes. Com a agravante de se situarem paredes-meias com o edifício termal e o paradisíaco parque. A antiga casa de lavoura conhecida como sendo da Pines e o edifício que albergou a empresa Fabruíma reclamam intervenção urgente, não só pelo estado de degradação, mas também porque são hoje albergue de marginais. A casa deverá ser vedada ainda este ano, enquanto a Câmara Municipal já terá abordado o proprietário da antiga fábrica para fazer o mesmo.


Leia mais na edição impressa do "Terras da Feira"


In Terras da Feira on-line

Arte e convívio!!























Arte e convívio!!
Bonito ver o Calvário, todo belo e enfeitado!
Parabéns a todos particularmente
à briosa gente do lugar de Arcozelo
e não só.
A MAIOR MARAVILHA DE ARCOZELO!
( suplanta aos pontos "a muralha da china"...)
É bom preservar este lugar sagrado,
histórico e do Património Artístico Cultural da Nossa Vila de Caldas de São Jorge.
Data o Cavário do ano 1660.
Portanto anterior à igreja antiga que ficava no chafariz da actual residência paroquial,
à igreja nova ( a actual) fundada em 1735
e ainda anterior às Termas do Abade Inácio António da Cunha!





domingo, 22 de julho de 2007

Brilhantes a devoção e o convívio!!



Brilhantes a devoção e o convívio!!
Ambos de mãos dadas.

Festa bonita de se ver!



Festa bonita de se ver!
As ruas da Vila tornaram-se pequenas para tantos visitantes e forasteiros!

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL