sábado, 17 de maio de 2008

Foi Assim... fez um ano...


Personalidade de Relevo
Da Nossa Vila de Caldas de São Jorge

Nascido nesta Vila de Caldas de São Jorge no dia 29 de Agosto de 1950.
Filho de António Pereira Coelho e
de Maria da Assunção e Silva residentes na altura no lugar do Lago.
Casou nesta Vila de Caldas de São Jorge com Maria Aurora Ferreira de Oliveira
no dia 6 de Outubro de 1974.
Enviuvou a 10 de Julho de 1995 por óbito da Sua Esposa.
Casou em segundas núpcias com Arlete Maria Teixeira da Costa
na Igreja Matriz de Santa Maria a Feira no dia 4 de Outubro de 2003.
Após doença prolongada faleceu com 56 anos de idade
no dia 17 de Maio do corrente ano 2007.
Foi acontecimento histórico nesta Vila de Caldas de Caldas de São Jorge
e nas Terras de Santa Maria da Feira.
Deixou saudades,
recordações,
lembranças
… um ligar vazio!
Sanjorgense de gema, alma e coração sempre se devotou à sua Terra Natal.
Esteve uma série de mandatos à frente dos destinos da autarquia desta Vila.
Deixando obra feita e digna de se ver!
No dizer de um sanjorgense “… porque não atribuir ao jardim do lado sul das termas “Jardim Fernando Coelho” foi uma obra construída no seu mandato, pois ele foi um homem que muito deu à freguesia de Caldas de S. Jorge, na qual destaco no meu entender a sua maior obra “A luta contra a toxicodependência na nossa Vila” luta essa que só quem esteve do lado dele se apercebeu da complexidade da mesma, na qual até ameaças de morte dos seus familiares recebeu, sem nunca ter demonstrado a sua fraqueza emocional….”
Os bons sanjorgenses sempre se recordarão dos seus amigos!
ATM.
______________________
Anónimo disse...
Sr Abade, muito bem por lembrar os grandes homens da nossa terra...acho que é o dever do actual presidente homenagiar o seu amigo O presidente Fernando Coelho. Se for o problema de custo da placa, eu pago essa despesa.
14 Julho, 2007 22:06
Anónimo disse...
Grande homem, grande Sanjorgense!
Obrigado, Sr. Padre!
p.v. disse...
É salutar, que da própria junta possam concordar e apoiar esta iniciativa.Apesar de ter estado nas últimas eleições com um voto contra, reconheço a obra feita e estou inteiramente de acordo com esta homenagem.Porque não imortalizar o seu nome, dando-o a uma rua??fica a sugestão.
J. Martins disse...
Essa homenagem é justa, o Sr. Fernando Coelho a merece, penso que vai acontecer.
Bem ajam todos quantos dignificam seu nome.
J. Martins

7 comentários:

Anónimo disse...

ACHO A HOMENAGEM MERECIDA. UMA COISA É CERTA SE ELE AINDA FOSSE VIVO, ESTE PROBLEMA DO BAIRRO SOCIAL JÁ NÃO EXISTIA.

JONAS BLACK T disse...

Em vez de andarem a sujar o nome do antigo presidente, deviam propor esta homenagem.
É vergonhoso que o PSD, na assembleia de freguesia, não faça uma proposta destas. Tenho quase a certesa que o seu amigo Jorge Pinto do PS, vai propor essa homenagem, pois ele sabe quanto o Fernando Coelho lutou pela freguesia.

Anónimo disse...

Era o fim da anarquia na freguesia.
Nunca mais foi a mesma.

Anónimo disse...

Grande Presidente, muitas saudades deixou.

Anónimo disse...

Que povinho!
Enquanto as pessoas estão vivas, fartam-se de descascar, mas depois de morrerem passam a ser uns santos...
Não sejam hipocritas!!

ass. Elisio

Anónimo disse...

Este ultimo comentário, poderia ser evitado.
nauralmente que todos somos alvos de criticas, principalmente quando causamos inveja a outros que quereriam estar no nosso lugar.
O que é certo,é que o senhor Fernando Coelho, foi um homem honesto,e um bom presidente da junta

Paz á sua Alma

nightmare disse...

Não vejo porque ele causaria inveja... so se fosse por ganhar eleições quando todos diziam que ele pouco ou nada fazia... Uma homenagem fica sempre bonito, mas nao sejamos hipócritas nem entremos em exageros...

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL