domingo, 4 de maio de 2008

Mais de 500 pessoas em palco de eleição

Encontro de Bandas foi um êxito
O Largo das Temas, em Caldas de S. Jorge, foi palco de mais uma edição do Encontro de Bandas do Concelho, os verdadeiros amigos da música.


Mais de 500 pessoas assistiram ao evento, com as Bandas Musical de Souto, Banda de S. Tiago de Lobão, Banda de Música dos Bombeiros Voluntários de Arrifana e Banda Marcial do Vale Não perca nas próximas edições do Correio da Feira o trabalho de Domingos Moreira sobre as quatro bandas de música do concelho. O Encontro de Bandas realiza-se desde o ano 2000, sendo organizado pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira. Depois de ter percorrido as quatro freguesias de onde são originárias as bandas (Arrifana, Lobão, Souto e Vale), este encontro realizou-se, em 2005, na cidade-sede, por ocasião dos 500 anos da Festa das Fogaceiras, tendo passado depois pelas freguesias de S. Paio de Oleiros e Milheirós de Poiares. Ontem, o encontro de Bandas teve lugar no Largo das Termas, em Caldas de S. Jorge.
In Correio da feira online.

6 comentários:

Anónimo disse...

O espectáculo foi fantástico, toda a organização está de parabéns, as magnificas actuações dos grupos ( uns mais que outros ), porém, do meu ponto de vista, dois aspectos negativos:
§1 – Não me parece que o número apontado neste post seja verdadeiramente correcto, ou seja, 500 pessoas a assistirem, de certo modo até estiverem, ou talvez mais, mas quem lá esteve, reparou que a assistência era composta pelas bandas, familiares e amigos e só apenas aqui e ali se via um ou outro habitante da freguesia, isto leva-me a um sub-comentário, faz-se as coisas nesta freguesia, critica-se tudo e todos por nada se fazer, e quando de facto se faz algo, a adesão é o que salta à vista, viu-se o que se passou ontem, e em outros iniciativas que foram levadas a cabo, como a festa recentemente organizada pela Marlene.
§2 – Aqui deixo uma palavra de desagrado quer ao Sr. Martins quer a quem seja responsável, falo da poda das árvores da Termas, foi ver aquele espaço que era em tempos magnífico, com uma aragem fresca e cheia de muitas sombras, e foi ver o espectáculo degradante que ontem podemos constatar, a falta que esses ramos faziam, sol, e mais sol, era ver as pessoas com chapéus, roupa e até os prospectos das bandas, tudo servia para “ esconder o sol “, ou então era pegar nas cadeiras e procurar um sombra, foi muito triste de ver, salvou-se o palco, pois se não fosse a cobertura existente, coitados dos músicos.
Até breve.

Anónimo disse...

Isso é verdade a falta de sombra, e a poda mal efectuada foi muito desagradável para todas as pessoas.

Anónimo disse...

O que eu gostei mais foi das velhas com os jornais na cabeça.

Anónimo disse...

E a poda das árvores! uns ramos altos outros cortados pelo pé uma verdadeira vergonha.

Anónimo disse...

Foi uma vergonha, se a junta tivesse vergonha, nem queria lá as bandas a tocar, para ver a maravilhosa poda do futuro não é para já.

Anónimo disse...

Foi uma vergonha para quem??!!

Só se tiver sido para os Senhores destes comentários, porque eu estive presente e ouvir precisamente o contrário de pessoas de fora "fizerem aqui uma bela poda" e "não dá tanta sombra este ano, mas dará no próximo e é necessário este trabalho de vez em quando"

Isto não é invenção! foi o que ouvi..
É claro que estes comentários virão de pessoas que aproveitam tudo e mais alguma coisa para poder fazer politiquice, porque no fundo sabem e sentem que este trabalho tem que ser feito de longe a longe...

Por isso, tenham os senhores vergonha com o que dizem.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL