quarta-feira, 7 de maio de 2008

Tragédia com peregrinos, na EN1


Condutor das Caldas de S. Jorge "terá adormecido ao volante"

O que mais se temia aconteceu mesmo. Em plena madrugada de terça para quarta-feira, um condutor de 23 anos, das Caldas de S. Jorge, albarroou um grupo de peregrinos, na Nacional 1, em Argoncilhe, a cerca de 50 metros da Rotunda do Picoto. Tudo aconteceu às 5.40h e envolveu um grupo significativo de pessoas que seguem para Fátima, peregrinos de Cabeceiras de Basto, Famalicão e Fafe. O atropelamento causou nove feridos, um deles em estado considerado grave, os restantes apenas com ferimentos ligeiros. As vítimas foram transportadas pelos Bombeiros Voluntários de Lourosa, Voluntários de Espinho e ambulâncias pré-hospitalar dos Voluntários dos Carvalhos. Os feridos seguiram, quatro para o Hospital de S. Sebastião, quatro para o Hospital Santos Silva/Monte da Virgem, e um para o Hospital Santo António, no Porto, o que inspirava maiores cuidados.
O jovem condutor das Caldas de S. Jorge vinha da Queima das Fitas do Porto, mas "não tinha álccol no sangue. Terá adormecido ao volante, no regresso a casa", o que originou o atropelamento, com os peregrinos. O trânsito esteve cortado, pela GNR de Santa Maria de Lamas, no sentido Lourosa-Argoncilhe, desde as 5.40h até às 7 da manhã. De realçar a actuação da GNR lamacense, pela positiva.
"O grupo de peregrinos vinha a rezar o terço e foi albarroado pelas costas. Só aquando da pancada é que nos apercebemos o que se estava a passar", sublinhou José Manuel Gonçalves, ele que integrava o grupo de peregrinos, na direcção do Santuário de Fátima, para as cerimónias do 13 de Maio.

Texto e foto de Manuel Rodrigues

14 comentários:

Anónimo disse...

Mais dia menos dia tinha que acontecer.

Alguem sabe quem é o rapaz daqui das caldas?

é que nao tou a ver..Coitado dele. :X

é lixado..

Anónimo disse...

Boa tarde.
Quem anda a chuva molha-se e quem anda na estrada sujeita-se aos acidentes. Para o condutor do carro foi um azar enorme ter adormecido ao volante e logo atropelar aqueles peregrinos, mas não aconteceu nada do outro mundo porque acidentes com peregrinos já não é o primeiro e não será o último, antes fosse e acidentes da nossa juventude que veêm da queima das fitas idem idem aspras aspras, cansados com sono é preciso mesmo muito cuidado eu diria que todo o cuidado é pouco, para o condutor da nossa freguesia que vinha de uma festa que era dele tornou-se num pesadelo mas as coisas acontecem as melhores pessoas do mundo.
era preciso é que o ferido grave recupera-se rápido.

Anónimo disse...

Boa tarde.
Quem anda a chuva molha-se e quem anda na estrada sujeita-se aos acidentes. Para o condutor do carro foi um azar enorme ter adormecido ao volante e logo atropelar aqueles peregrinos, mas não aconteceu nada do outro mundo porque acidentes com peregrinos já não é o primeiro e não será o último, antes fosse e acidentes da nossa juventude que veêm da queima das fitas idem idem aspras aspras, cansados com sono é preciso mesmo muito cuidado eu diria que todo o cuidado é pouco, para o condutor da nossa freguesia que vinha de uma festa que era dele tornou-se num pesadelo mas as coisas acontecem as melhores pessoas do mundo.
era preciso é que o ferido grave recupera-se rápido.

Anónimo disse...

E bom que se diga que não conduzia sobre efeito de alcool, foi um acidente como todos os dias as pessoas das caldas sofrem, só com o problema de ter ferido muita gente.

Anónimo disse...

Ao Alexandre, considerado por todos e sabido que é um moço bastante cuidadoso e sabido e confirmado que não bebe, uma palavra de solidariedade. Vinha de uma festa que era também dele. Parece confirmado que terá perdido a sensibilidade por adormecimento momentâneo. Passou à hora errada em local errado.

José Pinto da Silva

MENSAGEIRO disse...

Quase todas as pessoas que andam bastante na estrada já tiveram situações de adormecimento súbito. Eu que o diga, pois várias vezes já me aconteceu, principalmente quando trabalhava em Lisboa.
Não tenho grande convivência com o Alexandre, mas pelos amigos dele, não há um que diga que ele é descuidado, aconteceu como podia acontecer a qualquer um. Espero que tenha força e que supere este acidente, pois sei que deve ser tanto ou mais doloroso para ele, como para as vitimas.

Anónimo disse...

é deloroso, mas prontos os acidentes acontecem.
Melhores dias virao.

Abraço para ti alexandre nao te deixes ir abaixo

Maria Cardoso (Sãozinha) disse...

Alexandre..além de meu vizinho, conheço-te desde pequeno..temos a mm idade, a mesma vontade d viver e divertir..
O azar que te aconteceu, podia ser a qualquer um de nós, so não acontece a quem não anda na estrada.`.
É de salientar que sempre foste impecável e que como todos nós sabemos, não é normal alguém vir da queima das fitas sem alcool, mas tu sempre foste muito correcto e muito consciente daquilo que fazes..
Apenas te quero dar uma força e se te poder ajudar em alguma coisa ja sabes..não exites..

Anónimo disse...

Boa noite. Alexandre ando na estrada todos os dias e sei perfeitamente o que é um adormecimento momentaneo. Acontece a toda a gente todos os dias. Não te deixes ir abaixo, força e ultrapassa este mau momento o mais rápido possível. Abraço e força

Anónimo disse...

O que aconteceu a este moço, pode acontecer a qualquer um de nós.Todo o cuidado é pouco.

Por mais que nos aconselhem a parar quando sentimos os olhos pesados,pensamos sempre que não vai acontecer nada. è um aviso principalmente para os jovens que nem sempre medem as consequências

Anónimo disse...

Ao ler estes comentários temos a sensação que o rapaz cometeu umacto heroico. pode acontecer a todos é certo mas aconyece mais aos incautos . Temos que ter a consciência que estar sem dormir e metermo-nos na estrada pode acontecer o pior Deu-se mais importãncia ao rapaz vir de uma festa do que ao sacrificio dos peregrinos .

Anónimo disse...

Este último comentário era desnecessário, é óbvio que não se trata de um herói, mas sim, de um jovem que soube de imediato que errou, e tentou remediar, ajudando as pessoas em causa... Acho que a última coisa que ele precisa é que lhe "deem na cabeça"... Somos humanos e erramos, ainda para mais quando somos jovens, e estamos numa fase em que para aprendermos ás vezes comete-mos erros muito graves... É certo que ele vinha de uma festa... Uma festa que para jovens que estão em final de curso é um marco muito importante... mas infelizmente e de imediato se tornou num pesadelo... que certamente vai ficar marcado para o resto da sua vida!! E estes pesadelos são muito dificeis de curar!! Todos queremos que os peregrinos em causa se curem o mais rápido e da melhor forma possível, para que tranquilize a dor psicológica que o Alexandre possa estar a sentir... Muita força Alexandre!! Coragem!!

Daniela Sousa

Beatriz Ferreira disse...

Segundo as noticias e coment�rios, o Alexandre agiu corretamente como s� se poderia esperar de um rapaz t�o bem formado. N�o deveria ter acontecido, mas aconteceu.Mesmo assim poderia ter sido pior.Fisicamente est� bem e tem uma vida � sua frente .For�a rapaz1

Anónimo disse...

A vida prega-nos destas partidas!
A solidariedade e os afectos manifestam-se nestes precisos momentos.
Fiquei muito sensibilizado com as palavras reconfortantes de todos aqueles que aqui prestaram o seu apoio.
A todos o meu muito obrigado!

Alexandre Tavares

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL