terça-feira, 10 de junho de 2008

Assembleia extraordinária para debater a esplanada das termas...

Ultima hora...

O Blog sabe que após uma retirada de queixa de um estabelecimento de diversão nocturno, sobre alegadas irregularidades no caderno de encargos da esplanada das termas, uma pessoa, foi à Câmara Municipal, apresentou uma nova queixa.

O blog também sabe que o partido socialista das Caldas de S. Jorge, esteve reunido, para recolher as assinaturas necessárias para a convocação de uma assembleia extraordinária, que poderá levar ao encerramento coercivo da esplanada.

Vamos ver o que os próximos dias nos reservam...

7 comentários:

Anónimo disse...

isto vai dar k falar

Anónimo disse...

INVESTIGUEM AS LIGAÇÕES ESTRANHAS QUE O PRESIDENTE DA JUNTA E OS OUTROS MEMBROS TÊM COM OS SENHORES DAS ESPLANADAS.
HÁ MUITO DOINHEIRO EM JOGO.
É VERGONHOSO.

Anónimo disse...

Uma esplanada deste tipo, gasta em média 400,00€ de luz por mês, e 75,00€ de água.

O que significa que eles tem um custo em 4 meses de 1900,00€.

É sabido que a junta das Caldas prontificou-se a oferecer a água e a luz, mais a limpeza das casas de banho.

Os exploradores pagaram 2500,00€, significa que a junta a pagar luz e água gasta 1900,00€ mais a funcionária para a limpeza, tem prejuizo financeiramente com esta esplanada.

O que significa que existe à primeira vista prejuizo prepositado e como se lê nos cartazes publicitários, que tem o apoio da junta de freguesia e que a abertura é desde o dia 1 de junho, dá a entender que existe peculato, pode dar cadeia.

Anónimo disse...

Para este último comentário convirá lelbrar:
CADERNO DE ENCARGOS
Artº. 7º. Obrigações do Concessionário

Nº. 1 - O Concessionário fica obrigado a manter limpa e com boas condições de asseio e higiene toda a zona de ocupação, bem como o respectivo equipamento.
(Isto implica a limpeza dos sanitários, de contrário teria de montar sanitários amovíveis)

Nº. 2 - FICAM AINDA À RESPONSABILIDADE DO ADJUDICATÁRIO TODAS AS DESPESAS RESULTANTES DO CONSUMO DE ÁGUA E ELECTRICIDADE.
(Convirá quem quem convocou a Assembleia de Freguesia vá lá e investigue se tem baixada provisória ou se a luz è "caçada" nalgum poste. Também ligação de água.

É bem provável que a Junta não se meta a suportar esses custos ou a dar cobertura à ilegalidade de ligações clandestinas.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Sr. Pinto da Silva, nem parece seu.

A luz e a água foram feitas as instalações pelo sr. Martins, que eu vi.

A luz vem da bomba de água das casas de banho-paga a Câmara.

A água está feita a ligação debaixo da ponte que liga ao ilha bar, que é o armazem desse barraco bar. Essa água vem nada mais nada menos, que da fonte da sé.

quanto á limpeza estes dias vi a sr. Amélia a receber ordens do Presidente da Junta para lavar as casas de banho, que sei que é a Junta que paga.

Estas são mais algumas das ilegalidades desta junta. Peço desculpa, mais umas legalidades desta Junta, pois ela afirma que está tudo legal, inclusive as ameaças de encerramento do Apeadeiro Bar.

Que vergonha, era este a voz do Povo, a mim nunca me enganou, pois eu não votei nele, mas sei que alguns sócios do apeadeiro votaram, agora aguentem, pois só tem o que merece.

Anónimo disse...

ISTO É VERDADE QUE EU VI.
MAS TAMBEM AS PESSOAS E OS ELEMENTOS DA ASSEMBLEIA QUE OLHEM PARA BAIXO DOS CARTAZES DO LADO DIREITO, ALUSIVOS ÀS ESPLANADAS, QUE PODEM VER ABERTURA DIA 1 DE JUNHO COM O APOIO DA JUNTA DE FREGUESIA.
SERÁ A LUZ E A ÁGUA O APOIO, PROMETIDO, E MAIS UM MÊS, OU SERÁ AINDA MAIS ALGUMA COISA.?

Anónimo disse...

Se assim é, claro que a denúncia terá que ter outos contornos. E a Assembleia de Freguesia bm podrá fazer isso. Se a ligação da luz foi feita pela Sr. Martins (ele é electricista e pode ter andado por ali a fazer um "gancho". Não será muito bonito, mas até não será ilegal. É preciso é ver qual a fonte de abastecimento de energia. Se não houver uma baixada provisória há ROUBO e, se estiver confirmado, tem que ser denunciado à EDP. O que farei se me garantirem que há essa ligação subreptícia. Quanto à água já será a Câmara que terá de se pronunciar até para fazer respeitar o Caderno de Encargos.
Se é a Junta que paga à mulher da limpeza dos sanitários, está a cometer um roubo, pois o Caderno de Encargos fala também na obrigatoriedade de instalação de sanitários amovíveis. Que os não instalem, até se pode dar de barato, mas será mais do que legítimo que paguem a sua manutenção durante o tempo de funcionamento da esplanada. Tudo isso, com gente séria, ficará plasmada nas conta da autarquia.

José Pinto da Silva

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL