terça-feira, 21 de outubro de 2008

Faleceu...

José da Silva, Empresário, homem que muito se dedicou à terra. Foi o fundador da Escola de Musica, e Presidente da Junta de Freguesia das Caldas de S. Jorge.

O Blog vem por este meio apresentar as mais sentidas condolências, a toda a família.

Informa-se:
Alteração na celebração de 7º dia.
Será na Igreja Matriz de Caldas de São Jorge segunda-feira 27 de Outubro pelas 19.30 horas
O Blog informa em homenagem à família, só voltará ao seu normal funcionamento depois da missa do 7º dia, isto é na próxima terça-feira....

13 comentários:

Nelinho disse...

À Família, envio os meus mais sentidos pêsames, em especial ao Pedro, amigo de longa data.


Nelinho

Anónimo disse...

Que Deus lhe de o eterno descanso
pois ele sofreu muito
Os meus sinceros pêsames para toda a familia

Antonio Oliveira
Suiça

Carlos Silva disse...

Os meus sinceros pêsames para toda a familia.

Anónimo disse...

A toda a família, e na impossibilidade de o fazer pessoalmente, envio os meus mais sentidos pêsames.

Francisco Pereira
Luanda-Angola

Anónimo disse...

Há alteração na celebração de 7º dia.
Será na Igreja Matriz de Caldas de São Jorge segunda-feira 27 de Outubro pelas 19.30 horas

ATM

Anónimo disse...

O nosso agrupamento de escuteiros na pessoa de todo o seu efectivo, envia um forte abraço a toda a familia, assim como a mais sentidas condolências.
Que Deus os ajude a passar esta fase dificil. Este homem procurou deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrou.
UM ABRAÇO AMIGO

VETERANA disse...

Razões para lembrar com saudade o José da Silva
Foi Presidente de Junta da Freguesia de Caldas de São Jorge

Elemento do Rancho Folclórico "As Florinhas" de Caldas de S. Jorge durante muitos anos onde passou também pelos orgãos sociais da Associação.Muitas horas vividas a ajudar a associação, hoje já não estava no activo mas continuava a estar presente nas actividades sempre que podiam, a D. Aurora sempre o acompanhou.

Casal CPM-muitos anos esteveram como casal neste movimento católico e quantos casais não terão seguido alguns dos seus conselhos.Eram um casal alegre que cativava a juventude.

Fundou a escola de música com alguns colegas e o Saudoso Professor CAMILO onde nasceu um grupo coral liturgico que ainda hoje está activo.

Gerente industrial dando trabalho a algumas pessoas, coisa preciosa neste momento que o pais atravessa

E sobretudo um marido, pai, avõ e visavô digno de louvor.Termino concordando com o colega do Agrupamento 901 não há duvidas que deixou o mundo melhor do que encontrou porque em 1928 a vida era dificil e lutou
DESCANSA EM PAZ JUNTO DOS QUE LHE ERAM QUERIDOS

Anónimo disse...

É bonito ver que as pessoas reconhecem quem faz algo em prol da comunidade.
O Sr.José muito trabalhou pela música nas Caldas de S. Jorge, se existe alguem que merecia ver reconhecido o seu valor é ele.
A Junta de freguesia bem podia dar o nome à rua que vai de casa dele até à igreja, era mais que merecido.

Luis Carlos

ilidio disse...

À Família, envio os meus mais sentidos pêsames,

Simão OLiveira disse...

Mais importante do que chorar a morte é celebrar a vida... e o meu avÔ para mim e para a familia continua a viver no nosso coração.
Com uma personalidade muito própria, activo, dinámico, lutador e bom homem, dedicou toda a sua vida em prol da freguesia e da família. Orgulho-me em ser neto do Sr José da Silva e da D. Aurora Melo... Estará sempre no meu coração... Obrigado avÔ pelo que me ensinas-te...

Simão Oliveira

PNCS disse...

MEU PAI

Grato por tudo o que propiciou ao meu ser,
E na certeza que era grande, a alegria que o moldava,
serenamente, por dentro,
Arrisco estas simples mas sentidas palavras.

Chegarão ao seu destino,
Levadas pela brisa do amor e embebidas em gratidão que,
Seguramente, jamais se apagará.
Mas serão sempre poucas.

Poucas porque os seus gestos me ensinavam.
Poucas porque o seu olhar me orientava.
Poucas porque a sua bondade me comovia.
Poucas porque a sua serenidade me acalmava.
Poucas porque, simplesmente...
FOI SEMPRE MEU PAI.

Por isso, recuso dizer-lhe Adeus.
Prefiro antes lembrar os nossos sorrisos,
Prefiro antes guardar os nossos abraços,
Prefiro antes ouvir a sua voz,
Prefiro antes sentir o seu calor.
Prefiro antes, fazer com que esses momentos sejam... eternos.

Jamais o esquecerei.

Eu sei que ele não morreu.
Apenas partiu antes nós!

(27 de Dezembro de 1928 – 20 de Outubro de 2008)


PNCS, 25 Outubro 2008
In Certas Confidências


Aproveito para, em meu nome e de toda a família, agradecer o apoio e carinho transmitido por todos Vós.
Há gestos que não se esquecem.
Este é, seguramente, um deles.
Obrigado.

Shrek disse...

Bonita homenagem que presta ao excelentíssimo senhor, seu pai!
Sem muito jeito para este tipo de Kouzas, quero apenas expressar os meus votos de solidariedade e profundo pesar por tão triste acontecimento.
Um abraço para toda a família.

Anónimo disse...

Lindo Poema!
Excelente gratidão!

Belo o poema num filho
Maravilhosa gratidão
Em quem tem um coração bom!

Pela Fé não se morre.
Renasce-se,
Ressuscita-se!

Humanamente só se morre
Quando se é esquecido
Ou temporária
ou para sempre!

Dos que partem
Resta na biblioteca:
O Livro da Vida!
No olhar de todos a trajectória
Da estrela cadente que somos cada um nós
Na sua terrestre existência!

No coração o amor
e a saudade
na esperança do encontro
eterno e definitivo!

Como lição o caminho
No mapa da existência
Vivida e percorrida!

Não há caminho
O caminho faz-se caminhando
Passo a passo,
braço a braço.
Pulso a pulso!

Ora aí está o caminho
de quase oito décadas!

O eterno descanso
para quem nunca se cansou
de caminhar, progredir...
De ir sempre em frente
e mais e mais alêm!
ATM

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL