sábado, 29 de janeiro de 2011

Novas Escolas, Novas mentalidades



Hoje decorre a inauguração de vários estabelecimentos de ensino por todo o país, a modernização das escolas anunciada pelo Governo de José Sócrates não é apenas um projecto político, mas um projecto social que vem resolver enumeros problemas não só da comunidade escolar mas de toda uma sociedade.
As velhas escolas, com a pintura a cair e janelas que não fecham, passam a ter um novo rosto, a ideia é aproveitar as antigas instalações e adequar aos novos tempos modernos, estes três últimos anos foram de esforço para as escolas, obrigadas a trabalhar no meio de máquinas, e poeira, mas o importante desta estruturação deve ser o de atingir o objectivo de modernizar também a concepção do ensino. Basicamente novas ideias vão ter que caber em fatos antigos.
O governo deu o primeiro passo, e tendo a consciência de que apesar do custo, o passo mais difícil vai ser o de criar novas mentalidades e métodos de ensino, que se englobem no mundo e formas actuais.
Apenas uma palavra para um espaço quanto a mim que deve ter sempre um lugar especial dentro da escola, e que através dele deve ser desenvolvidas várias actividades e iniciativas. A  
Biblioteca deve ser um "espaço aberto à comunidade": juntas de freguesia ou outras entidades poderão usá-las para iniciativas abertas ao exterior. A ideia é levar a escola para fora dos seus limites físicos, trazendo para dentro as pessoas de fora.

19 comentários:

Anónimo disse...

este blog, já deu o que tinha a dar. desde que o gito saiu, isto foi a baixo

Anónimo disse...

queres dizer abaixo "arreio".

Anónimo disse...

então vamos dizer o seguinte este blog perdeu um elemento e só por isso arriou, foi abaixo, não concordo nada contigo, até porque quando morre uma andorinha não acaba a primavera, certo.
este blog ainda tem muito para dar pergunta ao Sr. ATM ou ao Sr. Pettencourt.

Anónimo disse...

Afinal peço desculpa é Sr. Bettencourt e não Pettencourt é que faz-me um pouco de confusão, Pettencourt, Bettencourt, mas digo-te a única coisa que me parece que está a ir abaixo das canetas é o F.C.P.

Anónimo disse...

Na verdade desde que saíu a Gito deixou de ter enteresse.Para sabermos o que enteressa vamos ao kouzas e louzas.

Anónimo disse...

NESTE MOMENTO INTERESSA É TERMOS MUITA SAÚDE PARA PODERMOS AGUENTAR COM SEMELHANTE CRISE, QUE AINDA ESTÁ A COMEÇAR E O PIOR ESTÁ PARA VIR

Anónimo disse...

Telha sandwich.....
Porreiro pá....
Já não era sem tempo as crianças apanham muito frio, há que estimar as nossas criancinhas, e depois com o abono de família que cortamos aos pais, a gente faz a obra....

Anónimo disse...

O Gito tem uma ementa melhor no restaurante dele!!!!

Anónimo disse...

MENU

Anónimo disse...

5 MITOS SOBRE AS ESCOLAS COM CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO
1. As escolas com contrato de associação são para alunos ricos e/ou privilegiados.
FALSO. As escolas com contrato de associação, maioritariamente situadas em zonas economicamente carênciadas estão abertas a todos os alunos, em igualdade de circunstãncia, como qualquer escola do estatal.
2. As escolas com contrato de associação são como as outras escolas privadas.
FALSO. Ao contrário das outras escolas privadas, as escolas com contrato de associação não cobram propinas e estão abertas a todas as crianças e jovens. Os alunos carenciados destas escolas estão abrangidos pela acção social escolar, tal como os alunos das escolas estatais.
3. As escolas com contrato de associação são supletivas.
FALSO. As escolas com contrato de associação integram a rede de serviço público de educação em igualdade de circunstâncias com as escolas estatais. Devem ser avaliadas pelo serviço que prestam, e não por a sua gestão ser privada. A qualidade do ensino deve estar à frente de quaisquer preconceitos ideológicos face à iniciativa privada.
4. As escolas com contrato de associação vivem de subsídios.
FALSO. As escolas com contrato de associação prestam um importante serviço público, colaborando com o Estado na educação das crianças e jovens de Portugal. O pagamento que recebem é público e resulta desta prestação de serviços, e não da atribuição casuística de subsídios.
5. As escolas com contrato de associação são caras.
FALSO. O custo por aluno numa escola com contrato de associação suportado pelo Ministério da Educação resulta de uma fórmula de cálculo conhecida de todos. Inclui despesas com pessoal docente, funcionamento e investimento. Pelo contrário, o custo por aluno numa escola estatal não é conhecido.

Anónimo disse...

estes ultimos trés comentários são em Árabe, mas sem ofensa alguma.

António Variação disse...

eu sou mais um vosso seguidor, é que em castelo de paiva não à blogues

António Variação disse...

será que em castelo de paiva vai ter assim uma escola pra nossas crianças, parece umhotel

António Variação disse...

um "espaço aberto à comunidade": juntas de freguesia ou outras entidades poderão usá-las para iniciativas abertas ao exterior.

Anónimo disse...

NESTE MOMENTO ESTÁ A DAR UM DIRETO NO CANAL 1

António Variação disse...

acordei vou trabalhar que tenho um servicinho já encomendado, euy sou jardinheiro, aqui em caltelo de paiva a muitos, mas vamos tendo que fazer, está é muito frio, mas aqui o vinho é bom.
bom dia a todos

Anónimo disse...

O retrato de uma mulher afegã, mutilada no nariz, valeu à repórter fotográfica sul-africana Jodi Beiber o grande prémio do concurso internacional World Press Photo 2010, hoje anunciado em Amesterdão.

Anónimo disse...

A fotografia, que fez a capa da revista Time a 01 de agosto de 2010, revela uma jovem afegã de 18 anos, Bibi Aisha, a quem o marido cortou o nariz e as orelhas por ela ter voltado para a família acusando-o de maus tratos.

Bibi Aisha acabou por ser abandonada, mas foi resgatada do Afeganistão por militares norte-americanos e integrada no refúgio para mulheres em Cabul, onde foi fotografada por Jodi Bieber.

Actualmente Bibi Aisha vive nos Estados Unidos, onde se submeteu a uma cirurgia de reconstrução facial.

Embora o acto de violência retratado cause choque, para o júri do World Press Photo a fotografia demonstra a dignidade da jovem afegã perante um caso de violência contra as mulheres.

António Variação disse...

chove acabou o meu trabalho por hoje de jardinheiro, já fiz umas horiras a 15 euritos hora já dá para amerenda, mas o que eu noto é que ninguém mais pois noticias neste blogue tão importante para mim como se fosse da minha terra natal.
um bom fim de semana a toda a gente, pessoal da boa e se passares por castelo de paiva não vos esqueceis que aqui a pinga é boa.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL