domingo, 27 de fevereiro de 2011

É interessante ou coincidência?

Sabem quantos países restam agora na União Europeia com governo socialista,
após as recentes eleições na Hungria e no Reino Unido?
Só restam 3 países:
Grécia, Portugal e Espanha
Que coincidência, não é?
Mas não é preciso desesperar,
porque como disse Margaret Thatcher:
 "o socialismo dura até se lhes acabar o dinheiro dos outros".
Será que a Revolta da Líbia vai para a Grécia!
A Tunísia para Portugal  
e da Argélia para Espanha!
São todos vizinhos...

23 comentários:

Anónimo disse...

Aqui a onda não deve fazer efeito! Não dizem, os da esquerda e os da direita que o PS está a aplicar uma política neoliberal? Inclusive já tentaram colar o Sócrates à Merkel e até à Tatcher. Logo ... devemos estar inoculados.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

É só esperar que os Portugueses façam nova escolha e já não SEREMOS MAIS um País Socialista....
Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

Começam amanhã os prazos para entrega do IRS. Saiba aqui qual o calendário de entrega das declarações de rendimentos.

Março
Declarações entregues em papel para os rendimentos das categorias A e H (por conta de outrem e pensionistas, respectivamente)

Abril
Declarações entregues em papel para os restantes rendimentos (trabalho independente, rendimentos de capitais, prediais, etc)
Declarações entregues pela Internet para os rendimentos das categorias A e H

Maio
Declarações entregues pela Internet para os restantes rendimentos

Tenha ainda em atenção que quanto mais cedo entregar, mais depressa receberá o reembolso se a ele tiver direito: é que o Ministério das Finanças vai pagar os reembolsos em 20 dias se a declaração tiver sido submetida pela Internet.

Anónimo disse...

Governo quer factura obrigatória para café e bolo

O Governo quer avançar com a factura obrigatória para todos os sectores de actividade e para todos os valores -até para uma bica, por exemplo, o documento será preciso. O Objectivo é aumentar a receita do IVA. A medida foi ontem debatida na reunião sobre o combate à economia informal, pela concertação social.
Sócretino já fostes.....

Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

O objectivo da medida, se vier a ser posta em prática, é tão só para obrigar a que os estabelecimentos emitam documento válido e controlador do IVA em todas as operações de venda que façam. Não é nenhuma inovação no mundo. É sabido que uma grande parte (a maioria, talvez) das vendas nos estabelecimentos de venda a público, não são registadas, pelo que o comerciante apresenta o movimento que quiser. Se se acha que está certo!

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Fiscalizar coisas grandes não manda fazer ele, faturas falsas, desvios de mercadorias sem IVA etc….
Para mim isto é ser medíocre …….
Sócrates nas próximas eleições não te candidates, quem te avisa teu amigo é....
Como Primeiro Ministro és burlesco...
Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

A piranha é um bicho pequenito. Mas como andam em cardumes de milhões fazem muito mais estrago do que os peixes grandes.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

A Piranha é como o nosso primeiro ministro para sacar dinheiro não mastiga....
Estes peixes costumam atacar suas presas em grupos, mas também caçam por perseguição ativa ou por emboscada. Em grupo, conseguem devorar um animal de grande porte, como uma vaca, em segundos. O motivo pelo qual as piranhas conseguem devorar com tanta rapidez é pelo seguinte fato de que elas não mastigam, e quando atacam em grupo, cada piranha arranca um pedaço e se revezam continuamente.

Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

Uma espécie de piranha:
Um dia li, num jornal distrital, que um cantor chamado Zeca Afonso fizera uma música revolucionária, pouco antes da revolução de Abril de 1974, dedicada aos patrões e ao sistema. Nesse artigo que escrevi dizia que essa música ficaria muito bem atribuída, hoje em dia, aos políticos. Pois estes sim… “comem tudo e não nos deixam nada”! É revoltante o sistema feita pelos políticos no meu país!
Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

Nos dias que se seguiram à queda da ponte, o cortejo de ministros e secretários de Estado em direcção a Castelo de Paiva prolongou-se por meses, com a classe política, solene e consternada, a concordar que a tragédia tinha que fechar o ciclo de abandono a que aqueles concelhos vinham sendo votados. Dez anos volvidos, a principal via que ligaria Castelo de Paiva ao centro de Penafiel e que, consequentemente, colocaria os paivenses a 30 minutos do Porto continua sem sair do papel. Consequência: as fábricas continuam a fechar, o desemprego atinge os 20 por cento, o dobro da taxa nacional, e nem os médicos aceitam fixar-se por estas bandas.

Anónimo disse...

Isto vinha a propósito da facturação nos pequenos pequenos estabelecimentos. As piranhas, pequenas, mas porque são aos milhões fazem mais estrago do que os grandes peixes. Isto para dizer que, em termos absolutos, é muito maior a fuga aos impostos nos pequenos. Ou não será? E a música dos Vampiros do Zeca Afonso reportava-se menos aos politicos e muito mais aos que os rodeavam. Até porque é dito (e não tenho elementos para contestar) que Salazar e também Caetano morreram pobres. Quanto ao primeiro ministro, não sei se tem enriquecido. Sei que é originário de uma família medianamente abastada. Quanto ao resto ...

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

O Sr. Pinto da Silva tem toda a razão, toda a gente deve pagar os seus impostos e não fugir a esse acordo, o problema é que os cães grandes são os primeiros a chisparem-se dos impostos, e ainda por cima se riem dos pequenos que pagam como eu……
Digamos que é a fome do dinheiro…
Mas o Sr. é uma pessoa que eu admiro muito e amigo de ajudar quem precisa, independentemente da cor que essa pessoa seja, no futebol, na política etc.
Mas tenho a minha opinião e respeito a sua!

Sérgio Oliveira

Anónimo disse...

Claro que os grandes têm meios mais sofisticados para se esquivarem e podem contratar os melhores técnicos e mais raramente são apanhados. Mas, em termos gerais, a grande fuga está na multidão de pequenos.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

É voz corrente que a Estação dos Correios de Caldas de S. Jorge, mais dia, menos dia, vai fechar. Eu fico aterrado e envergonhado se tal vier a acontecer e recordo que, pelos finais dos anos 70 inícios dos 80, houve ameaça de que o fecho poderia acontecer. Ao tempo havia mesmo pressões no sentido do encerramento ou na sua transformação em receptáculo de correspondência e, talvez, venda de selos e pouco mais. Receavam, alguns de fora, que esta Estação viesse a sobrepor-se em importância a outras consideradas primeiras. Eu mesmo tive discussões acesas e pouco académicas com um dos protagonistas dessas pressões. Nessa altura a Junta de Freguesia, a Assembleia de Freguesia e a Câmara Municipal emitiram comunicados fortes a protestar contra semelhante eventualidade e eu próprio fui credenciado para ir a Lisboa entregar em mãos esses documentos de protesto. O responsável que me recebeu (na altura na Rua de S. José) ficou muito intrigado com os documentos apresentados e, porque a preparação do encerramento era ainda um segredo interno, quis-me “obrigar” a revelar quem tinha informado a população e a autarquia. Claro que não revelei, mas o que foi certo foi que a então chefe da Estação levou com um processo disciplinar, por suspeitarem que tenha sido ela a revelar. O processo acabou arquivado, por falta de provas. E a paz regressou ao ambiente.
Essa chefe da Estação, que tanto se interessava pela Estação, pelo seu crescimento e, naturalmente, pelo não encerramento ou mesmo diminuição de horários e prestação de serviços, deve estar voltar-se na tumba pela inércia de hoje, sobretudo das autoridades locais.

Leia mais na edição impressa do "Terras da Feira"

Anónimo disse...

Portugal
Mais de 260 mil não recebem subsídio de desemprego
Cristina Oliveira da Silva
07/03/11 15:50

Oficial
Novas regras retiram abono de família a 125 mil pessoas
Cristina Oliveira da Silva
07/03/11 16:20

Anónimo disse...

O posto dos correios das Caldas de São jorge, vão passar para o Vizinho(Café S.Jorge), onde se regista o totoloto. Só falta saber quando.

antonio disse...

ASSIM A GENTE APROVEITA PARA TOMAR UM COPO DE VINHO, ENQUANTO ESPERA PELA VEZ, AONDE É QUE FICA ISSO.

antonio disse...

ontem também houve carnaval nas caldas de s. jorge, ou não....

Anónimo disse...

parece que sim. as contas é que não aparecem. deve alguem ir de férias à custa do meu euro

antonio disse...

há custa do meu não, não dei nem nunca dou, 1 € são 200$ dá para comer um hamburguer há há há...

Anónimo disse...

por falar nisso aquele buzinão era algum protesto...

Toni disse...

E QUANTOS SÃO AGORA OS PAÍSES XUXAS.....

Toni disse...

Mas não é preciso desesperar,
porque como disse Margaret Thatcher:
"o socialismo dura até se lhes acabar o dinheiro dos outros".
MAS QUANTOS PAÍSES COM GOVERNO SOCIALISTA RESTA AGORA!

Para que se apure onde foram gastos os dinheiros publicos e quais as suas motivações durante os governos do eng. José Sócrates, que duplicou a divida publica de Portugal e nos conduziu á Bancarrota.


O Diário de Notícias de há poucos dias, conta que a família do
ex-primeiro-ministro José Sócrates tem 383 milhões em offshores.

Acrescenta o CM que a empresa criada em 2000 no paraíso fiscal de Gilbraltar
movimentou autênticas fortunas.

Gestores são tio, tia e primos de Sócrates.

Os documentos foram entregues por Mário Machado.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL