quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

LANÇAMENTO DO LIVRO DE MIGUEL MIRANDA…

 conviteDigital[1]


No dia 03 de Março de 2011, 5ª.feira, pelas 21 horas, no El Corte Inglés



Gaia-Porto, ocorrerá o lançamento do meu novo livro,intitulado "Dai-lhes,Senhor, o Eterno Repouso". A apresentação será feita pelo Prof. dr. Manuel Sobrinho Simões. O detective Mário França e vários personagens do livro estarão presentes. Haverá diversas surpresas... Será um imenso gosto para mim estar acompanhado dos meus amigos nesse momento. Por isso, conto com a presença de todos.



Um abraço amigo



Miguel Miranda

10 comentários:

antonio disse...

Bom dia.
Gostava que me informassem se a trovoada causou algum estrago em caldas de s. Jorge.

Anónimo disse...

q passa com o comendador ?

Anónimo disse...

Alunos encontram cadáver na igreja
Um grupo de crianças que esperavam pelo autocarro para a escola encontrou ontem de manhã o cadáver de um homem de 38 anos no largo da igreja de Pigeiros, em Arrifana, Santa Maria da Feira. Assustados, os menores alertaram de imediato a população. A vítima, residente em Cesar, Oliveira de Azeméis, tinha ferimentos de arma de fogo, e junto ao cadáver estava uma pistola.








A Polícia Judiciária do Porto esteve no local e já está a investigar o caso.

Tudo aconteceu por volta das 08h00, altura em que as crianças estavam na paragem, onde esperavam o autocarro para a escola EB 2,3 de Milheiróis-Poiares, em Santa Maria da Feira. Durante a espera, os menores acabaram por reparar que algo estava no largo da igreja, e decidiram aproximar-se. Quando lá chegaram viram que se tratava de um homem, que já estava morto. O grupo alertou de imediato os moradores da localidade, que chamaram as autoridades policiais.

"O presidente da junta também esteve cá, e ficou indignado, porque os menores não saíam do local e já nem foram para a escola. As crianças não deviam assistir àquilo, o cenário era chocante", contou ao CM um dos moradores.

As autoridades ainda não conseguiram apurar as circunstâncias da morte. No entanto, ao que tudo indica, nas últimas semanas o homem andaria bastante deprimido e com vários problemas de ordem pessoal.

Os Bombeiros de Arrifana estiveram no local e transferiram o cadáver do homem para o Instituto de Medicina Legal.

Anónimo disse...

Continua o hábito - eu acho que mau - de inserir comentários que nada têm a ver com o "post".
Quase me atreveria a desafiar o Sr. Dr. Miguel Miranda a agendar uma sessão de apresentação um pouco mais por perto de cá. Recorda-se de quando veio cá fazer a apresentação do "Mar das Especiarias"? Há gente interessada. Se nada ocorrer irei ao Corte Inglês.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Continua o hábito - eu acho que mau - de inserir comentários que nada têm a ver com o "post".
Quase me atreveria a desafiar o Sr. Dr. Miguel Miranda a agendar uma sessão de apresentação um pouco mais por perto de cá. Recorda-se de quando veio cá fazer a apresentação do "Mar das Especiarias"? Há gente interessada. Se nada ocorrer irei ao Corte Inglês.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Atrás da Igreja de Pigeiros EM ARRIFANA?

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

é como está no correio da manhã, atrás da Igreja de Pigeiros, em Arrifana.....são gafes jornalísticas, mas não vamos andar aqui a corrigir uns aos outros penso eu, será pior que por uma noticia verdadeira noutro post...digo eu

Anónimo disse...

Alunos encontram cadáver na igreja
2011-02-18
Um grupo de crianças que esperavam pelo autocarro para a escola encontrou ontem de manhã o cadáver de um homem de 38 anos no largo da igreja de Pigeiros, em Arrifana, Santa Maria da Feira, noticia o Correio da Manhã.

antonio disse...

bom dia Portugal

antonio disse...

Prostitutas pagavam renda nas matas
Grupo mandou 20 anos nos pinhais de Ovar, Feira e Estarreja e fez milhões com reinado de terror
01h21m
Desde há 20 anos, três indivíduos tornaram-se "proprietários" de três zonas de prostituição nas imediações de Ovar, Estarreja e Santa Maria da Feira. Ganharam milhões de euros a extorquir dinheiro às mulheres que ali vendiam o corpo sob permanente terror.

Nenhuma mulher conseguia, por conta própria, vender sexo a automobilistas interessados que circulassem pelas matas de Esmoriz (Ovar), Pigeiros (Santa Maria da Feira) e Estarreja (Oliveira de Azeméis). Quando alguma se aventurava a ali trabalhar, logo aparecia alguém a explicar as condições do negócio: uma "renda" que variava entre 30 e 50 euros por dia ou, em alternativa, 200 ou 250 euros semanais. Suposta contrapartida seria "segurança" contra clientes que não pagassem ou, até, eventuais assaltantes. Os termos do contrato também estabeleciam um valor mínimo de mercado, para não distorcer concorrência - 15 euros por acto sexual - e locais concretos de oferta ao público.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL