domingo, 22 de janeiro de 2012

Quem é o Senhor Bispo que nos visita?

Quem é o Senhor Bispo que nos visita?
 É um Jovem Bispo
e Bispo dos Jovens.
É Bispo Auxiliar do Porto juntamente
com D. António Taipa e D. Pio
e constituem uma Equipa Episcopal
com Sua Excelência Reverendíssima D. Manuel Clemente,
Bispo Titular da Diocese do Porto.
Nascido 18/Fevereiro/56, em Seixo de Mira, Concelho de Mira,
Distrito de Coimbra, ordenado Sacerdote a14/Junho/81, na Sé Nova de Coimbra,
de nomeação Episcopal a 07/Maio/2008, para Bispo Auxiliar do Porto
e ordenado Bispo a 29/Junho/2008, na Sé Nova de Coimbra.
Bispo na Diocese do Porto com 3 anos e 7 meses
de actuação pastoral na mesma Diocese vai revigorando,
“aggiornamentando” e modernizando a diocese do Porto
andando desde da referida data em visitas pastorais
na Diocese do Porto particularmente nesta Zona Sul
e ùltimamente na Vigararia de Santa Maria da Feira.
É membro da Presidência da Comissão Episcopal da
CULTURA, BENS CULTURAIS
E COMUNICAÇÕES SOCIAIS da Igreja em Portugal
e Vogal da Comissão Episcopal Portuguesa MISSÃO E NOVA EVANGELIZAÇÃO.
De referir que foi Director Espiritual da falecida Irmã Lúcia, a última dos três pastorinhos, acompanhando-a o em vida, na enfermidade
e nas exéquias por altura do seu falecimento
a 13 de Fevereiro de 2005, aos 98 anos,
no Convento Carmelita de Santa Teresa em  Coimbra.
http://cristo-rei-vergada.blogspot.com/

1 comentário:

Anónimo disse...

O voto foi feito em 1505 ao mártir S. Sebastião. As preces foram atendidas e o santo livrou o povo das Terras de Santa Maria da terrível peste que se colava à pele. O agradecimento tomou a forma de uma fogaça que a população quis que fosse transportada à cabeça, por meninas vestidas de branco, e benzida numa cerimónia religiosa todos os dias 20 de Janeiro. Assim foi, assim é, assim será. Na sexta-feira, o povo do Concelho voltou a sair à rua para respeitar a promessa feito no início do século XVI. O tempo ajudou, o sol brilhou e uma multidão acompanhou todos os passos.
As meninas fogaceiras vestiram-se como manda a tradição e o voto foi cumprido como estabelecem as regras. A fachada da Câmara Municipal foi decorada com a colcha gigante idealizada pela artista plástica Joana Vasconcelos e construída por cerca de mil mulheres feirenses, numa confecção produzida para o Imaginarius e que chegou a marcar presença na Bienal de Veneza.
O cortejo cívico saiu, como habitualmente, dos Paços do Concelho em direcção à Igreja Matriz. Fogaceiras aprumadas, fogaças à cabeça para serem benzidas no momento religioso presidido pelo bispo auxiliar do Porto, D. João Lavrador. Cerimónia com várias palavras de confiança e esperança. “Somos peregrinos no amor” - avisou.

Leia mais na edição impressa do Terras da Feira

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL