quinta-feira, 24 de maio de 2012

Festival de rua começa em Santa Maria da Feira

 

A 12.ª edição do Imaginarius – Festival Internacional de Rua de Santa Maria da Feira apresenta nessa cidade, entre sexta-feira e domingo, cerca de 70 encenações de 50 produções diferentes, por 37 companhias e artistas de oito países.

A direção do certame foi este ano entregue a Hugo Cruz, José Manuel Cardoso e Cristina Pedrosa, três profissionais que, ligados à autarquia e à empresa municipal Feira Viva, acompanharam a evolução do festival ao longo dos anos e prometem agora uma programação “mais preenchida, mais dinâmica e que abrange uma maior reflexão sobre temas da atualidade” – tudo em três dias de artes de rua a partir das 10:00, sempre com entrada livre, à exceção de dois espetáculos.

Hugo Cruz explica que o objetivo é proporcionar ao público “uma programação mais festiva, que recupera o ambiente dos primeiros Imaginarius, quando se notava mais animação em cada canto da cidade e havia coisas a acontecer em todo o lado”.

José Manuel Pedrosa atribui à mesma estratégia a aposta numa oferta que “começa logo de manhã, a pensar em quem gosta de fugir aos períodos de maior movimento e quer trazer as crianças a passear com calma – como acontecerá também no domingo, que agora terá uma tónica mais familiar”.

O orçamento continua a ser o mesmo de 2011, na ordem dos 250 mil euros, mas Cristina Pedrosa garante que este ano “faz-se mais com o mesmo”, o que significa “mais produção local, resultante da parceria entre artistas profissionais e a própria comunidade, e mais companhias e artistas estrangeiros”, como é o caso de Lee Beagley, PanOptikum, Cirque Hirsute, Carlo Boso e Grotest Maru, entre muitos outros.

Teatro físico, artes circenses, música, dança e instalação são apenas alguns dos registos a explorar no Imaginarius deste fim de semana, já que, a par do teatro de rua no sentido mais literal do termo, o certame integra também o programa paralelo “Mais Imaginarius”, vocacionados para diversos tipos de intervenção artística no espaço urbano.

Até sexta-feira, a programação oficial do evento inclui ainda uma série de oficinas abertas a profissionais e artistas, como a formação promovida pelos técnicos do Festival Internacional de Marionetas do Porto e o workshop orientado pelo italiano Carlo Boso, referência europeia da comédia.

Geograficamente, o Imaginarius também se alarga a novos espaços – como o antigo matadouro municipal e a estação de comboios da Linha do Vouga – e esse crescimento é acompanhado pelo reforço da oferta de autocarros da Transdev na ligação entre a Feira e o Porto, ao preço especial de dois euros ida e volta.

No sábado, está ainda prevista para a envolvente das piscinas outra novidade da edição de 2012: um “Flea Market Imaginarius” que, entre as 17:00 e as 23:00, irá acolher a venda de velharias por utilizadores previamente registados, após o que o local continuará a receber espetáculos até à madrugada de domingo.

Mais detalhes sobre horários e sinopses de espetáculos e sobre as companhias convidadas para o evento podem consultar-se na página www.imaginarius.com.

Sem comentários:

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL