segunda-feira, 25 de junho de 2012

Hoje  25 de Junho 2012 
Asssembleia de Freguesia 
à hora habitual

Assunto:Reorganização Administrativa Territorial Autárquica
do Concelho de Santa Maria da Feira
Lei. nº 22 / 2012 de 30 de Maio
Comparece, 
dá rua tua opinião,
defende a Nossa Vila Termal.

7 comentários:

Anónimo disse...

Qual a melhor forma de defender a nossa freguesia, a sua identidade, a sua história? Seria mantê-la exactamente como está com os seus limites (com faixas roubadas recuperadas)e não aceitar a proposta de junção com outras, por muita consideração que se tenha pelas outras. De resto, ao que é dito, Guisande terá preferência por Lobão se porventura vier a ser forçada a qualquer integração, do mesmo modo que Pigeiros não tem voz unânime.
Há por cá uma tendência absolutamente tendenciosa de curvatura perante os lá de baixo.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

alguém me sabe dizer se os da indáqua anda a levantar as tampas de saneamento para fiscalizarem quem tem entubada para lá a m.....
sem autorização deles....
estou preocupado porque sou um deles!

Anónimo disse...

Concordo com o Sr. Pinto da Silva, mas já agora, porque o seu a seu dono, com a devolução da parte do lugar de Azevedo que todos sabem que pertence a Guisande (e nem será preciso consultar matrizes e conservatória).
Quanto à preferência de Guisande por Lobão, isso é uma dedução pessoal já que não é de todo concensual, daí a importância de consulta à população.
Preferível a Lobão ou a Caldas de S. Jorge, será uma união com Gião, Louredo ou mesmo Romariz, mas cada cabeça sua sentença.
Melhor seria manter tudo igual porque qualquer mudança não trará nada de vantajoso seja para quem for.

P.S.P. disse...

Caldas de S.Jorge-Pigeiros uma Freguesia- Lobao-Guizande-Giao uma Freguesia-Vale-Louredo outra Freguesia assim ficaria tudo mais pratico.

Anónimo disse...

Referi-me concretamente à proposta apresentada pela Câmara, passível de alteração, desde que desapareçam 10 freguesias. Ele (Câmara) é que propôs S.Jorge/Pigeiros/Guisande -- Vale/Gião/Louredo-- Canedo/Vila Maior
Isto aqui para estes lados. Da banda de lá há outros aglomerados.

José Pinto da Silva

REX disse...

Gostei da proposta da P.S.P.

Anónimo disse...

É uma questão sensível e como tal deveriam ser criadas condições para que as populações decidissem entre os diversos cenários técnicos possíveis, fosse por uma espécie de referendo ou por uma consulta pública a levar a efeito por comissões definidas em sede de assembleia de freguesia.
No caso da freguesia de Guisande, logo (sábado - 16:30 ) vai haver assembleia onde se discutirá o assunto mas dizem que será apenas para "inglês ver" já que a decisão terá sido concertada num arranjinho entre autarcas de Guisande e Caldas de S. Jorge. Esperemos que não.
Esta é uma lei inútil e divisora e esperemos que tanto o PSD como CDS paguem as favas pela medida grande nas próximas eleições.
Outra questão importante e que não tem sido discutida, é a representatividade de cada uma das freguesias nas futuras listas para as autárquicas. Imaginemos um cenário de união de Guisande com as Caldas ou com Lobão: Em rigor o peso eleitoral de Guisande será inferior pelo que podem perfeitamente ser elaboradas listas sem ter em conta a integração de qualquer elemento da freguesia menor.
Quanto à questão das infra-estruturas e equipamentos é uma questão falaciosa já que a realidade de há muitos anos tem sido precisamente a da plena partilha de quem as tem com quem não.
Enfim, uma lei completamente inútil e que em nada vai beneficiar as pessoas nem vai conduzir a qualquer poupança.

A. Almeida - Guisande

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL