terça-feira, 30 de setembro de 2008

SERÁ DIA 1 DE ABRIL!!!

Ontem quando abri o Terras da Feira, devo dizer que pensei que era 1 de Abril, o dia das mentiras. A realidade é esta, poucos dias após o governo ter aprovado o PERM, para Caldas de S. Jorge, surge agora a possibilidade de juntar também a Lixeira.

Devo dizer que ontem quase passei o dia a ouvir as rádios locais, sempre à espera que o nosso presidente, “locutor” habitual desses espaços, se surgisse contra esta pouca-vergonha.
Qual a minha desilusão!
Nada, nem sequer uma entrevista a dar um novo prazo para o Ilha Bar, visto que o ultimo termino hoje.

Mas será que a população de Caldas de S. Jorge, vai autorizar isto?

Onde está a Associação do Moradores de Arcozelo?

Será que esta Associação ainda recebe subsídios?

Devo dizer que não sei nem quero saber, pois no meu entender, quem deve se inteirar sobre isso é Assembleia de Freguesia, e sinceramente não sei se vou estar quinta-feira, até porque no meu entender a Assembleia nada tem feito para funcionar com a legalidade exigida, mas isso será um assunto que “talvez” mais tarde venha a falar.

E assim vai a realidade das Caldas de S. Jorge, a quem foi prometidos hoteis, investidores, e desenvolvimento, e que por fim temos PERM, e Lixeiras.
Será que alguém no seu bom juízo vai investir numa terra assim?!

E para terminar fiquem a saber que no dia 25 deste mês ficou aprovado a
9. Resolução do Conselho de Ministros que ratifica a suspensão parcial do Plano Director Municipal de Santa Maria da Feira, pelo prazo de dois anos, com vista à implementação do Parque Empresarial de Recuperação de Materiais

Esta Resolução vem ratificar a suspensão parcial do Plano Director Municipal de Aveiro, pelo prazo de dois anos, tendo em vista possibilitar a implementação de um parque empresarial de recuperação de materiais, considerado importante, em termos económicos e ambientais, para o concelho

11 comentários:

Anónimo disse...

Era este o investidor que ele tinha para os hoteis nas Caldas.
força Martins, estás a conseguir destruir a terra que durou anos a criar.
Posso fazer uma sugestão, demita-se, que já chega.

Anónimo disse...

Caldas, Caldas, quem te viu e quem te vê.

Anónimo disse...

As Caldas já deram o que tinha a dar,
já passou de moda,
já ninguem se revê nessa freguesia,
já não tem turismo,
já não tem capacidade de chamar pessoas para se divertirem,
já foi,
já era,

VIVA O MARTINS.
UPUPUP

Anónimo disse...

Mas o que é isto?

Anónimo disse...

Isto é uma vergonha.
Eu nem digo a ninguem que sou das Caldas

Anónimo disse...

Sr.PRESIDENTE martins aonde quer chegar? com tanta porcaria,quem julga que e ? ESTà na junta, para olhar pela nossa terra ,ou pela sua vida?O melhor e ir fazer um tratamento , para o conde FERREIRA,pois pessoas que la estiveram melhoraram.È a maneira de sempre te ligares aquem te chama e muito ama.Mas como presidente não.Quando deves falar.Não falas .Então calate de vez vai tratar da tua vida pois aqui ja não fazes mesmo nada, isto esta uma MERDA. Analfabeto......

Anónimo disse...

povo das caldas . vinde ver o que o Martins fezz.-. fiança dum ano cagança de mezz .que bõ,,,,,

Miguel disse...

Caldas de S. Jorge está como está, porque tem o povo que tem!

Anónimo disse...

Porque é que o snr. Presidente da Junta.não vai ás rádios dar uma entrevista sobre estas noticias,não estará com o rabo caçado? Sobre o PERM anda caladinho.Vamos ver se ele na Assembleia vai ser enterrogado sobre estas notícias.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Permitam-me que diga que não é tanto assim como se tem estado a pintar a situação. Um estudo de alternativas à localização em Canedo por um Comissão constituida não sei por quem e que terá sido pedida pela população de Canedo, indicou uma zona a que chamaram S.Jorge/Pigeiros, mas pelo mapa que vi publicado, ficará a sul do PERM, pelo que duvido que fique algo em S. Jorge. Por outro lado acho que nunca seria considerado em virtude da linha de água. Que o Presidente da Junta tinha um pretexto para usar da palavra a descartar semelhante hipótese e aproveitar para dar pancada no PERM, isso tinha. A menos que tenha mudado de posição quanto à sua localização. Se mudou, devia justificar perante a população.
Sobre o aterro acho que há factos que andam escondidos (por enquanto) e que sairão a lume a
breve trecho e, na minha opinião, estribada em informação que ouvi, será difícil deixar de ser em Canedo.

Pinto da Silva

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL