terça-feira, 6 de março de 2012

Fw: DISCURSO AOS DEPUTADOS DE PORTUGAL



Enviado de Samsung Mobile

-------- Original message -------- Subject: DISCURSO AOS DEPUTADOS DE PORTUGAL From: Toy Story To: csjorge@portugalmail.com CC:

Olá, senhores deputados! Eu sou o Toy e estou aqui para vos falar de
Portugal e das injustiças que nele se estão a passar! Vou começar por
vos falar da pobreza que está a afetar mais de metade do país. Começo
por vos falar da população que está a receber subsídio de desemprego e
rendimento mínimo. Porque é que vocês não colocam essas pessoas a
fazer limpeza nas matas do estado e a limpar as beiras das estradas?
Assim, facilitava muito o trabalho que nesta altura dá muito a fazer
aos bombeiros.
Passo a falar-vos da injustiça que vocês estão a fazer aos bombeiros
voluntários. Admite-se que os bombeiros, que trabalham a custo zero,
fiquem sem a única regalia que tinham, (taxas moderadoras), admite-se
corporações dos bombeiros pararem por falta de combustível? Outro
caso. Os sem abrigos que nesta altura do ano passam frio. Em vez de
vocês andarem a gastar o dinheiro mal gasto (pagamento de salários
milionários aos membros do estado) e que tal se investissem em
instituições de ajuda aos sem abrigo?
Passemos a falar das pessoas com deficiências motoras. Querem ir aos
correios, a um café, a uma papelaria e têm acessos difíceis (degraus).
Porque é que não há uma lei que obrigue cada empresa a ter acesso para
pessoas com deficiências motoras? Nas escolas públicas as crianças que
passam necessidade em casa, deveriam ter direito a refeições
gratuitas.
Acho que os tribunais deixam um caso andar muitos anos. Exemplo "Caso
Rui Pedro", só ao fim de 14 anos é que o tribunal tomou uma medida e,
durante estes 14 anos, o estado gastou muito dinheiro. Antes de
Portugal entrar nesta crise económica, eu passava em zonas
industriais, centros comercias, e via as fábricas e lojas abertas.
Hoje em dia, vou a uma zona industrial, a um centro comercial e vejo
muitos locais fechados, e as pessoas que trabalhavam nesses locais,
onde foram parar? Foram parar ao Centro de Emprego. Portugal é um dos
países da União Europeia que mais desempregados têm. O número de
desempregados já vai em mais de 650 mil, e até ao final do ano vai
aumentar.
E você, senhor Presidente da Republica, ainda tem a ousadia de dizer
que mais de 10 mil euros por mês não lhe chega para as despesas? Se o
seu rendimento mensal não lhe chega para os seus gastos, imagine como
conseguem sobreviver pessoas com 200 e 300 euros por mês. Caríssimos
senhores deputados, estas são algumas questões em que deveriam pensar
mais e tomar medidas para as mudanças acontecerem e para Portugal sair
desta crise económica. Vocês têm o poder de mudar o país e mudar as
injustiças que nele existe. Nós vamos fazendo o que podemos.

Sem comentários:

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL