domingo, 18 de novembro de 2007

Momentos de Campanha...



POR UM FUTURO MAIS DOCE...A Candidatura distribui aos mais novos (e aos menos novos) um original brinde.Sente-se Esperança nesse futuro.Um futuro em que Caldas de S. Jorge assuma o seu verdadeiro desígnio.O calor e as mensagens de incentivo e apoio são cada vez mais.Denota-se que muitos são os jovens que estão com o PS.

Dr. Costa Amorim, distinto Deputado do PS pelo Circulo de Aveiro, junta-se à caravana Socialista.É conhecida a sua especial simpatia pela Vila de Caldas de S. Jorge.Estamos certos que o Dr. Costa Amorim contribuirá, naquilo que lhe for possível, para o desenvolvimento de Caldas de S. Jorge.Mais uma vez, o PS vai ao encontro das pessoas.O PS fala com as pessoas.O PS trabalha para e com as pessoas...


Domingo, 18 de Novembro.Nova iniciativa levada a cabo pela Lista do Partido Socialista.Em Azevedo, lugar muitas vezes esquecido, mas que o PS olhará com especial atenção, a candidatura apresentou aos eleitores os seus propósitos.Grupo de Tambores anima a Campanha e confere-lhe uma maior alegria.Há pessoas que vêm ter connosco apresentando as suas ideias e depositando no PS a confiança necessária para levar a cabo o seu projecto para Caldas de S. Jorge.


Sábado, 17 de Novembro.Candidatura do Partido Socialista percorre o maior lugar da freguesia - Arcozelo -, dando a conhecer o seu programa aos eleitores.De realçar as palavras simpáticas e de incentivo à vitória que fomos recebendo de muitas pessoas durante a acção de campanha.O PS vai sempre ao seu encontro.É preciso ter "Paixão" naquilo que fazemos...


Sábado, 17 de Novembro de 2007.Entre as 15 e as 16 horas, numa iniciativa inédita na freguesia, um ultra-leve sobrevoou a freguesia, incentivando os eleitores de Caldas de S. Jorge ao voto.Incentivando ao voto no Partido Socialista.Momento fantástico de uma campanha séria, coesa e mobilizadora.
In PS Blogspot.

22 comentários:

Charizard disse...

Desculpem lá, mas essa do ultra-leve é de rebolar às gargalhadas.
Qual era a mensagem que o avião trazia?
Sem querer ser técnico de aeronáutica, e como os Socialistas são muito legalistas, posso quase garantir-vos que esse avião violou as leis de navegação aérea.
Este tipo de aeronaves não pode sobrevoar espaços urbanos àquela altitude.
Se eu estiver errado que alguém me desminta. Neste caso aproveito para pedir desculpa ao piloto e aos promotores do evento.

Anónimo disse...

Parabens PS.
Grande Campanha.
Para mim a saquinha com os rebuçados e com o slogan "POR UM FUTURO MAIS DOCE ", está muito bem conseguida.

Anónimo disse...

ohhh!!! Pinto passa aí uma caneta que a minha não escreve!!
Senão vou ali ao lado buscar uma ao Meneses!!!

Anónimo disse...

O PS está a fazer uma campanha digna e bastante criativa, são estas pessoas que precisamos para levar C.S.J. a bom porto.

Anónimo disse...

quero saber quem vai pagar a fatura do avião.

o orçamento quando se tornar publico da campanha vai ser engraçado.

Anónimo disse...

"factura" ó pneu, dahhhhhhhhh.

Anónimo disse...

Bem! o piloto tem bwevet e não o quererá perder. Vou acreditar que o homem (que não conheço, nem vi) saiba o que pode ou não fazer.
A factura, claro que a passou. E em baixo fez a declaração de donativo do mesmo importe à campanha do PS.
Tudo legal e para ser mostrado à Entidade das Contas. Certo?!

José Pinto da Silva

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

foi pena o vento não ter ajudado!!
os papeis foram todos parar a lobão.

Charizard disse...

No comentário anterior,escrevi que tinha quase a certeza que o ultraleve não respeitou as normas de navegação aérea, pois agora afirmo peremptoriamente.
Não é permitido o voo acrobático sobre cidades,vilas,aldeias, áreas com edifícios e ajuntamentos de pessoas à superfície.
Sou testemunha juntamente com outras pessoas, que o piloto por mais que uma vez praticou acrobacias rasantes de baixa altitude , na área das termas.
Quanto à factura de que fala o Sr.Pinto, das duas uma ou está a mentir, o que não acredito, ou então quem passou a factura por serviços prestados está a cometer uma ilegalidade, como tal essa factura não é válida.
Os ultraleves só podem ser utilizados em prática desportiva ou como aeronaves de recreio, nunca na prestação de serviços a campanhas eleitorais.

Anónimo disse...

a inveja e um sentimento mt feio....
como o meu querido amiguinho veio na sua "lata" comer castanhas laranjinhas eu n posso ter uma aeronave!!!!!!????
Viva a liberdade,posso apoiar o partido q me apetecer....

Charizard disse...

Isto nada tem a ver com inveja, mas sim com legalidade.
O Sr.anónimo claro que pode ter a sua aeronave, tem é que cumprir normas que estão definidas pelo Instituto Nacional de Aviação Civil.
Isto para não falar das diversas licenças necessárias para poder voar, mas isso são outras contas que para o caso não interessam.
Mais, o Sr. com a sua aeronave pode apoiar o partido que quiser, desde que, não passe facturas de serviços prestados e cumpra com as normas vigentes que estão estabelecidas.
Talvez este ultraleve, ainda vos venha a dar dores de cabeça ultrapesadas.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

VÊM PARA AQUI FALAR DE LEGALIDADE, HAVIAM ERA DE TER UM POUCO DE VERGONHA, QUEM TEM TELHADOS DE VIDRO!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

mais uma vez estou triste com estes comentadores, uma vez discutem o "barril da cerveja" , outra o "avião" que não cumpre não sei o quê, e a ausência de debate la se vai prolongando ao longo da campanha eleitoral, se calhar até convém desviar as atenções, digo eu, assim não se fala dos programas eleitorais, programas estes, se já tiveram oportunidade e interesse em os ler, muito interessantes, alguns deles dignos de uma campanha para o municipio e não para a junta de freguesia, tal é a "extensão" e "intenção" de enganar o povinho, para um mandato de apenas 2 anos, sinceramente, repetições de programas eleitorais anteriores, apenas transcritos no "novo" papel, mas que em dois anos de junta nem um nem outro fizeram nada no que estava e está, de novo, nos programas. Espero que o povo saiba ver quem está nisto com seriedade, e que decida, porque é soberano ( o povo ), em conciência e não em "influência"...

Anónimo disse...

Passamos o tempo a discutir se as campanhas têm aeronaves, bombos, castanhas, laranjas, rosas ou outra coisa qualquer de valor insignificante.
E os programas?
E as necessidades da freguesia?
E as respostas a muitas e graves acusações?
NADA DISSO TEM IMPORTÂNCIA.
HAVEMOS DE IR LONGE, mas é se tivermos carro e dinheiro para o combustível.

Anónimo disse...

Pinto da Silva intervem:

Eu não quero crer que o piloto do ultraleve não conheça toda a regulamentação que rege o voo nem acredito que não tenha cumprido as regras impostas para se levantar voo. Eu n~em conheço essas regras nem conheço o piloto. Não acredito que não seja possível, cumprindo-se as normas de voo, fazer propaganda, quando muito com obtenção de qualquer licença prévia, como poderia fazer de qualquer pasta dentífrica.
Qualquer contributo para uma campanha política, mesmo que graciosa, deve ter valor quantificado a fim de se estimar o volume de gastos que, como se sabe, tem balizas. O piloto ofereceu aquele donativo e terá que estimar o custo e dizer que é uma oferta a determinada candidatura. Se há-de ser factura ou outro documento, não terei a certeza, mas é certo que esse documento não é para ter validade fiscal.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

Alto levantou-se o pinto da sombra. Que aproveite e fale do que a sua candidatura anda a fazer. Diga o senhor que até tem, senhor me perdoe, o dom da palavra. Valha-nos São Jorge que a esta hora até deve saltar lá no altar com as vergonhas que andam a fazer na nossa terra. Ao que isto chegou queixas na comissão nacional de eleições.

Anónimo disse...

Se, porventura, o "pinto" a que se refere sou, que sempre me identifiquei para criticar ou elogiar, não me levanto de nenhuma sombra. Não sendo candidato, nunca me envergonharia de nada do que tem sido feito na campanha da candidatura PS. Queixas à CNE? Porque não? Pelo que sei, tudo será documentado e não se excederão valores impostos.
Já agora quem tanto diz e sabe, não deveria ter vergonha do seu nome e sair à liça. É de cara que se debatem as coisas. Sabe, sr. anónimo?

José Pinto da Silva

Charizard disse...

Caro senhor Pinto da Silva:

Já se nota aí, uma pequena inflexão no discurso.
Afinal, o Sr. não sabe bem se é uma factura, mas sabe que já foi passada (Comentário anterior).
Pois bem, reitero o que escrevi anteriormente, o piloto do ultraleve não respeitou as normas que estão definidas pelo Instituto Nacional de Aviação Civil, para aquele tipo de aeronaves.
O Piloto (suposto militante do PS), efectuou acrobacias sobre a área das termas e não podia tê-lo feito.
Em causa está uma acção de campanha promovida pelo PS, que não salvaguardou a segurança de pessoas e bens.
O piloto com certeza que conhece estas normas, assim como muita gente conhece o código da estrada... o problema é a falta de cumprimento.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL