sábado, 11 de outubro de 2008

Restauro do Calvário lá vai andando… e as obras do Restauro da Igreja Matriz ….


E o Calvário lá vai andando… e as obras do Restauro da Igreja Matriz …

Caminham para a sua finalização.
Antes de Novembro tudo estará terminado!


Porque é que o muro não se arrumou dos cruzeiros?
Caíram tantos muros!!!
As muralhas da China e de Adriano tornaram-se inúteis…


Caiu o muro de Berlim, da Vergonha,
Afastaram-se as águas no Mar Vermelho,
Caíram as muralhas de Jericó,
Caíram tantos muros e barreiras.
Só este é que não recua!


Porquê tanto lixo e ervas ao redor das três primeiras cruzeiros da Via-sacra para o Calvário?


Parabéns a todos que colaboraram
e continuam a colaborar!

Uma súplica para aqueles que ainda podem e devem ajudar!

20 comentários:

ms disse...

Porque é que umas "cruzes" estão viradas pra sul, outras pra oeste, outras pra sudoeste... não sei, porque será? Algum motivo religioso? O que é certo é que fica um pouco inestético.

Luvenir disse...

cada calvári deve ser diferente do outro...
eu tenho uma cruz,
o martins tem muitas cruzes,
o sr. Abade deve ter algumas,
e não são todas iguais, como tal, nunca de deve uniformizar, as cruzes.
acho que está muito bem assim, no tempo de Cristo, será que estavam preocupados a colocar as cruzes todoas do mesmo tamanho,
viradas da mesma forma,
e tudo muito Manuélino,

viva o gótico

Anónimo disse...

Cada estação pode estar voltada para o lado que se quiser!
Não é preciso estarem todas iguaia!
Se ficarem para os pontos cardiais são quatro;
Se para os intermédios dáo oito
e se para os subintermédiods são desasseis.
Ora bastam catorze prara os que querem Cristo morto1
Quinze para O querem resusctidado!
Eu cá por mim alinho nas 15!
Porque ressuscitar para aturar chatos é uma grande estação da Via Sacra!

Anónimo disse...

Se a "instituição" igreja é tão rica por não pedir lá para as obras e deixar o povo em paz?...

Anónimo disse...

E o povo que utiliza a Igreja é cristão ou agnóstico, ateu ou maçónico?

Anónimo disse...

Respostas que tenham jeito!... indo directo ao assunto, o clero só pede e não dá nada nem ajuda ninguém, apesar dos lucros abismais que têm todos os anos, poderiam ajudar os pobres e os necessitados em vez disso pedem cada vêz mais às pessoas, apesar de saberem das suas dificuldades no dia a dia e a meu ver neste momento pedir para obras aos fieis, acho uma vergonha pois os tempos não estão faceis.
Isto sim é uma verdadeira iresia...

Anónimo disse...

Se quiserem ver a riquesa da Igreja quem puder que visite o Vaticano.O Papa vive no meio de ouro por todos os cantos.Ao ponto de ter um castelo para passar férias.Os meus olhos viram tudo isso ao vivo.

Paulo Fontes disse...

Todos ''nós'' mandamos bocas do clero isto e aquilo...
Pois bem é o clero...
Mas ninguém é tão necessitado assim que não possa ajudar os oitros... Essa tarefa cabe a cada um de nós, não é exclusiva do clero ou do governo...
Na Festa da Febra I (Feira Medieval), é um deleite assistir a romarias dias a fio por uma febra...

Anónimo disse...

Meu caro Paulo Fontes, a questão aqui não é ajudar os pobres mas sim os menos ou nada necessitados, se fosse dar algo para que se ajude quem precise é uma coisa, agora dar sistematicamente para simplesmente satisfazer caprichos arquitéctonicos de determinadas pessoas, isso eu sou esplicitamente contra e repudio.
E mais, que se chame à atenção de que a freguesia não é só a igreja e o calvário, são as escolas as estradas os jardins os passeios etc..., até porque não são todos os cidadãos cristaos, existem membros de outras religiões, esses não tiram proveito destas obras, é preciso não esquecer isso pois eles também votam e têm direitos.
Não estou a falar por mim, eu sou católico não praticante por opcção.
É por estas e por outras razões que as pessoas se distânciam da igreja ou procuram novos locais de culto, ou mais radicalmente mudam de religião.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Anastácio disse....
Mas quem é que disse para não seguir o padre?
Deixem o padre em paz!
Ele tem mais juizo do que os outros todos juntos!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Sou católico mas acho o calvário uma obra agressiva. Prefiro ver Deus de outra forma, gostaria de ver melhores condições para os nossos idosos por exemplo. Acho que a obra é imposta a todos. Respeito a obra, mas não gosto muito.

Anónimo disse...

Concordo com este ultimo comentário e já que falou nos idosos, acho que era de lembrar que muitos passam todo o dia sentados no centro, sentados muitas vezes em cadeira de rodas. Existe só uma cama para quem se quer deitar. Isto devia ser mudado, deviam existir cadeiras próprias para quando se quisessem deitar. Deviam pensar nisso. Deus também está nestas pequenas amostras de amor. Vamos cuidar mais das pedras vivas...

Anónimo disse...

Analfabeto disse:
Diga censura e não "sensura"
Diga cágado e não....

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

O projecto do arranjo do calvário (era o arranjo daquele logradouro que estava totalmente desaproveitado) andava no ar há muitoa anos. Esse projecto foi apresentado pela JUnta aí em 2002. A colocação das cruzes marcadoras das Estações (Via Sacra) é que parece que não. A reposição desses simbolos não são condenáveis, no meu ponto de vista. Há o caso daquelas três que ... alguém haverá de resolver.
Se o pároco teve interferência nisto, não faço a mínima. Não admira que se tenha regozijado.

Pinto da Silva

Pica-Miolos disse...

Sou a favor do calvário e das cruzes e de algumas obras mas nao percebo a posiçao de algumas cruzes!!

Anónimo disse...

Quem foi o arquiteto da obra do calvario e das cruzes?

Anónimo disse...

Para matar a curiosidade, o arranjo do logradouro do Calvário foi desenhado pelo Arquitecto Pedro Silva (sem implantação das cruzes). Se a execução respeitou criteriosamente o "boneco" não fui confirmar.

Pinto da Silva

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL