quinta-feira, 31 de maio de 2012

Indáqua “foge” às responsabilidades…

1.1.1.1.1O Blogue das Caldas sabe que algumas casas e passeios públicos nas Caldas de S. Jorge, foram danificadas com as obras de saneamento básico. Vários peritos da Indáqua foram avaliar os prejuízos, prometendo uma resposta no prazo máximo de 30 dias. Ao que parece já passaram mais de 60 dias e as pessoas ficaram sem resposta. O Blogue sabe, houve tentativas de contactar os responsáveis, mas parece que todas foram infrutíferas.

Tem-se conhecimento de pelo menos um morador deu entrada de uma queixa no tribunal, podendo ainda ser pedida uma providência cautelar para interromper as obras na freguesia das Caldas de S. Jorge até a resolução do caso.

PODE SER COM ESTE CASO AS VERGONHOSAS OBRAS QUE ESTÃO A SER CONSTRUIDAS EM FRENTE À PENSÃO S. JORGE PAREM. Visto que ninguém teve coragem de condenar publicamente o caso. Pior é inadmissível que os Amigos do Uíma não se prenunciem sobre esse verdadeiro atentado ambiental, nomeadamente a construção de umas “fossas” na margem do rio e em local de leito de cheias…

REPOR A LEGALIDADE…

Nos finais de Abril passado realizou-se a reunião ordinária da Assembleia de Freguesia que teve, naturalmente, como ponto base da Ordem de Trabalhos, “a Apresentação, Discussão e Votação do Relatório e Contas do Exercício de 2011”. Teve depois outros pontos que terão sido incluídos, ou pela Junta de Freguesia, ou pelo presidente da Assembleia de Freguesia, sugeridos por não importa quem.

Não é agora o tempo de comentar o desenvolvimento da reunião, nem tão pouco como foi abordado, e por quem, cada um dos pontos. Será motivo para outro escrito.

Ocorreu que dois eleitos na lista do PSD, dos em efectividade de funções, por razões deles e que, por certo, comunicaram e justificaram, por escrito, junto do Presidente, não compareceram na reunião e, porque sabido com antecedência, foram convocados dois substitutos, pela ordem que a lei determina. Certo e legal o chamamento, seja para substituição permanente, ou que tenha sido só para aquela reunião.

Mas, e aqui é que baterá a tecla, a primeira coisa a fazer logo que aberta a sessão, seria a de regularizar a situação dos dois substitutos para legitimar a sua participação nos trabalhos, dando-lhes posse, para poderem ser partes. Mas não. A reunião iniciou-se e desenvolveu-se com a participação de dois cidadãos que não estavam legitimados para serem participantes. Não imagino, nem é de monta, se um e outro fizeram alguma intervenção, se intervieram nos diversos debates. Sabe-se é que, na hora das votações, lá ergueram o seu braço a dizer sim ou não, conforme entenderam eles, ou seguindo entendimento insinuado Só que, qualquer que tenha sido a direcção, o voto está ferido de ilegalidade e de nulidade e também toda a reunião e até mesmo a presença de ambos nos bancos que ocuparam. Só poderiam ter assento na parte de trás da sala como público assistente.

Perante a ilegalidade, está a reunião impugnada por natureza e tem que ser considerada nula e de nenhum efeito, assim como as deliberações tomadas. Da anomalia será dado conhecimento à DGAL.

Fica claro que a responsabilidade cabe tão só, e tem que ser assumida, ao presidente da Mesa. Foi distracção ou causa mais intrínseca. Ou, sabe-se lá, terá sido ordem do p. da Junta (é dito que a Assembleia incluso o presidente fazem tudo nos exactos termos que determina o presidente da Junta). O que é um absurdo ainda maior.

José Pinto da Silva

domingo, 27 de maio de 2012


Encerramento do Mês de Maria na Vila Termal 
Decorreu com todo o brio,
 dignidade e sadia piedade
a Procissão de Luzes
em honra de nossa Senhora de Fátima
na Vila Termal de Caldas de São Jorge .
Precisamente na noite de 26 de Maio
Também ocasionalmente Vigília do Pentecostes.
Igreja Matriz cheia,
Ruas repletas de luzes
e Cãnticos à Senhora,
Preces do Rosário… por todas
As fazes etárias…
 
Como é que três humildes pastorinhos de
Ovelhas e cordeirinhos ainda movimenta tanta gente?
Jacinta e Francisco tão cedo chamados ao Céu!
Lúcia chamada com 98 anos
Em 13 de Fevereiro de 2005.
Quase chegava ao 100 anos!!!
Com mais doze anos iria assistir ao Centenário
Das Aparições de Fátima!!!
QUE TRANSFORMARAM A EUROPA E O MUNDO!!!
Com 110  anos era a Irmã Lúcia testemunha visual e
Presencial deste singular
e particular Evento Centenário!
 
Parabéns a todos!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Empresário da Feira assassinado à facada

Salomão Rodrigues

O sócio-gerente da "Presdouro", em S. João de Ver, Santa Maria da Feira, foi assassinado, ao final da tarde desta quinta-feira, nas instalações da fábrica. Morreu junto ao portão depois de ter tentado fugir aos agressores.

David Costa, 51 anos, natural de Vale de Cambra, foi encontrado sem vida junto à entrada da empresa de pré-fabricados em betão, no lugar da Terra Negra. "Vi um homem cheio de sangue deitado no chão e chamei o 112. Um camionista que estava dentro da empresa disse que o viu a correr e que ele depois caiu", lembrou uma testemunha. Nesse momento, uma viatura comercial de dois lugares e cor branca abandonou as instalações, não se sabendo se seriam, ou não, os agressores.

Ao que apurou o JN, cerca das 18.45 horas, o empresário, que estaria sozinho no escritório, foi surpreendido por alguém. O local estava manchado de sangue e foi encontrado um objeto cortante em forma de faca.

David Costa terá oferecido resistência, já que apresentava diversos ferimentos defensivos nos braços e nas mãos. Mesmo assim, foi atingido no pescoço. Ainda fugiu, percorrendo cerca de 100 metros, até alcançar a zona de saída da empresa.

in JN

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Festival de rua começa em Santa Maria da Feira

 

A 12.ª edição do Imaginarius – Festival Internacional de Rua de Santa Maria da Feira apresenta nessa cidade, entre sexta-feira e domingo, cerca de 70 encenações de 50 produções diferentes, por 37 companhias e artistas de oito países.

"Nunca lidei com tanta burocracia", diz diretor artístico alemão

Publicado hoje às 11:04 in JN

O diretor artístico da companhia alemã Pan.Optikum, que apresenta na sexta-feira o espetáculo "TRANSITion" no festival Imaginarius, em Santa Maria da Feira, garante que, em 15 anos de atividade internacional, nunca lidou com país mais burocrático do que Portugal.

"Uma coisa em que Portugal é totalmente diferente da Alemanha é a burocracia", declarou Matthias Rettner em entrevista à agência Lusa. "Há muito mais papelada aqui e nunca lidei com tanta burocracia em 15 anos de trabalho pelo mundo fora - nem em Santiago, nem na Austrália, nem na Venezuela".

O encenador alemão defende que "não é funcional complicar tanto" e admite que, inicialmente, chegou a pensar que os procedimentos de contratualização para os espetáculos em Portugal fossem particularmente minuciosos por exigências relacionadas com fundos comunitários. "Mas depois percebi que nem é por causa do dinheiro", explica. "É só porque é assim que as coisas estão feitas e ninguém se deu ao trabalho de as melhorar".

No caso específico da participação da Pan.Optikum no festival Imaginarius, Matthias Rettner refere um exemplo que considera paradigmático: "Todos os formulários para inscrição no festival - que é internacional, note-se bem - estão escritos em Português. Mandam-nos seis ficheiros anexos num só e-mail e está tudo escrito em Português".

terça-feira, 22 de maio de 2012

Encerramento do Mês de Maria







Encerramento do Mês de Maria - Procissão das Velas 
Sábado, 26 de Maio de 2012

Eucaristia - 20h30 
Procissão - 21h30

Convidamos todos os que queiram a participar nesta bela e sempre comovente celebração que encerra o mês dedicado a Nossa Senhora!

O Agrupamento associa-se a esta grande iniciativa e vai marcar presença, como já tem sido hábito.

Os lobitos vão estar a vender velas, no fim da Eucaristia, pelo valor simbólico de 1€. Velas que vão iluminar o caminho ao longo de toda a procissão.

Contamos com a vossa presença!

Fortes Canhotas!
Obrigado*

domingo, 20 de maio de 2012

“Ser autarca é envolvermo-nos numa série de sarilhos sem necessidade alguma”

José Martins, presidente da Junta de Freguesia das Caldas de S. Jorge.

A construção de uma unidade hoteleira junto às termas é, na sua perspectiva, a obra mais importante que a freguesia poderia receber. Reconhece qua a conjuntura actual não favorece o investimento privado, mas acredita que cruzar os braços não é a solução. José Martins, presidente da Junta das Caldas de S. Jorge, tem esperanças de que privados venham a concretizar o seu sonho, mas revela pouca fé na vida futura dos autarcas. A crise veio para ficar e, na sua perspectiva, tende a piorar, pelo que ser presidente de uma junta de freguesia é cada vez mais desgastante.

Leia toda a entrevista na edição de imprensa.

In correio da feira.

Dia 20 de Maio de 2012
Festa da Família Igreja Matriz 
da Vila Termal de Caldas de São Jorge.
27 Meninos e Meninas fizeram a sua Festa da Família
perante os Pais e a Comunidade.
Mais exactamente 17 Meninos
e 10 Meninas.
Parabéns a eles e aos seus Pais! 

sexta-feira, 18 de maio de 2012

ESCOLA DE HOTELARIA DA FEIRA VAI FECHAR AS PORTAS AO FIM DE 20 ANOS…

Meus Caros Amigos, é com tristeza que vos informo que ao fim de 20 anos de formação de excelência na área de Cozinha/Pastelaria e Restaurante/Bar a Escola de Hotelaria e Turismo de Santa Maria da Feira corre o risco de fechar portas, de acordo com as informações dadas à imprensa. Reconhecida por todos, a formação lecionada ao longo dos anos tem vindo a colocar muitos e bons profissionais nos melhores restaurantes e hotéis em todo o mundo.
O Turismo de Portugal tem falado com a impressa sobre a intenção de fechar as portas da Escola sem, no entanto, ter comunicado ou informado ninguém da escola em questão, demonstrando total falta de consideração por alunos, funcionários e formadores! Refere ainda que há atualmente no TP mais oferta do que procura, não sei em que escolas isso se passa, na Feira não será certamente, uma vez que todos os anos preenchemos na totalidade as turmas aberta em ambos os cursos e ainda encaminhamos alunos para outras escolas da rede do Turismo de Portugal. Não temos oferta turística?! Estamos perto de São João da Madeira, Turismo Industrial, Santa Maria da Feira, onde existe uma Camara Municipal com um programa cultural e turístico diversificado, Festa das Fogaceiras, Feira Medieval, Imaginários etc… e alimentamos com recursos humanos qualificados todo o país. Não venham com falsas desculpas a Escola de Santa Maria da Feira tem história e referência na formação a nível mundial. Concordam com este ENCERRAMENTO?! Deixem no mural do Turismo de Portugal a Vossa repulsa por esta ideia do fecho da Escola, isto é uma medida ANTI-TURISMO. O turismo de Portugal deve apoiar a Formação de Excelência e não meros programas de cariz publicitário que custam milhões à Formação e ao País.

Maria Conceição Martins

quinta-feira, 17 de maio de 2012

ELEIÇÕES NO PS CONCELHIO

Tem sido assim em cada dois anos. Cumprem-se os estatutos. Este ano também. Havia um candidato assumido há muito, desde as distritais e desde formação de lista de candidatos a deputados. Ali ficou logo entendido que António Cardoso, indicado para candidato a substituir (mal, porque em lugar não de eleição e que, naturalmente deveria ter sido recusado, porque abaixou o prestígio da Feira), porque apoiado pelo líder distrital, haveria de ser o escolhido para ser o candidato de regime à concelhia e, logo se disse, por se saber ser sua ambição, que estaria a pôr o pé no arranque para se candidatar à Câmara Municipal. Ele tinha declarado antes que gostaria de tentar, quando não houvesse que ter Alfredo Henriques pela frente. De referir que, na reunião citada a seguir, Cardoso declarou que “SÓ em circunstâncias muito excepcionais é que seria candidato à Câmara.”

A certa altura, numa reunião para que fui expressamente convidado, adivinhava-se que se constituiria candidatura única, mesmo eventualmente liderada pelo Cardoso, uma vez que Sérgio Cirino, também candidato anunciado e presente nessa reunião, sem declaração formal de aceitação, deixou implícito, por alguma omissão, que aceitaria a unificação. Que teria a vantagem de se poder constituir uma Comissão Política (e um secretariado) com uma equipa que se dispusesse a discutir política, apreciar e analisar coisas políticas, locais, concelhias e mesmo nacionais e emitir opinião e tornar a opinião divulgada. Comissão Política para discutir política. Haveriam de, nos dias seguintes, reunir e ambos acertarem as agulhas e as condições.

Houve, diz-se, golpe baixo, dos não permitidos pelas regras da sã convivência, para mais entre gente do mesmo clã – como pesa a velha expressão de Churchill a dizer que os adversários estão lá fora, porque aqui dentro estão os inimigos – e terá sido doloroso ao ponto de Cirino se ter afastado, de todo. Caminho aberto para uma só candidatura, excluindo uma parte significativa do partido local? Poderia ser, e seria como tem sido desde há muitos anos. Amorfia absoluta, com resultados amorfos, seguramente.

Mas, instigada por ela mesma e também por alguns outros que lhe insinuaram apoio, a Margarida Gariso deu o passo em frente e começou a procurar os apoios que lhe regassem o ânimo. E avançou.

Parece ter coligido um razoável núcleo de colaboradores, eventuais integrantes do elenco, com bastante qualidade, atendendo ao projecto (Projeto5000) que foi elaborado, projecto que indicia exactamente um pensamento político abrangente, passando pelas teclas todas do teclado de interesses concelhios (haverá um que outro ponto que poderá merecer alguma reserva – a mim pessoalmente lastimo que o sector de infra estruturas tenha esquecido as Termas de S. Jorge (será bairrismo de minha parte?) – e, sobretudo, a sua equipa conseguiu dar ao projecto um aspecto gráfico/visual muito agradável e de fácil entendimento. Recordo que, a quando da supra aludida reunião, António Cardoso tornou público um seu projecto que, ou terá sido entrementes alterado e reestruturado, ou deixará os possíveis eleitores bem confusos. É o seu projecto.

Pessoalmente optei por apoiar esta candidatura de MARGARIDA GARISO, pela dinâmica que imprimiu à movimentação, pelo projecto que, com quem consigo colabora, apresentou e tem explicado cabalmente pelas secções e também porque se trata de uma candidatura espontânea, consequência de uma vazio criado pelo tal “golpe baixo” – lembram-se todos de outra espécie de golpes, estes altos, mas que fazem agora lembrar o aforismo de que quanto mais me esmurras mais gosto de ti)? – e pela garantia que tem sugerido de que sempre defenderá a inclusão, qualquer que venha a ser o resultado eleitoral. Sei que não se trata de candidatura planeada à distância – ela mesma apoiaria a candidatura única insinuada na tal reunião em que, também ela, esteve presente. Ao contrário da candidatura concorrente que começou a ser lapisada, senão antes, pelo menos quando, de forma inusitada e surpreendente, tendo sido número dois de Adriano Martins na luta para a distrital, numa operação de pesca à linha, saltou para o secretariado de Pedro Nuno. Ali ficou ao léu a estratégia para o futuro que se aproximava. Foi também, ao seu jeito, um golpe abaixado, apelador a certo apoio. Prefiro a outra candidatura que aparece com mais lisura. E mais dinâmica. E mais coerente.


 
 
 
 
 
José Pinto da Silva

quinta-feira, 10 de maio de 2012

SANTA MARIA DA FEIRA O 3º CONCELHO COM MAIS CRIMES REGISTADOS PELA GNR NO PAÍS ( Estudo Presidido por António Barreto…

Santa Maria da Feira, está em 3º lugar entre os 308 Municípios de Portugal com mais crimes registados., num total de 3918… Pior que Santa Maria da Feira só Loulé 4512 e albufeira com 4345.

Atrás de Santa Maria da feira  ficou Almada, Gaia, entre outros grandes centros problemáticos…

quarta-feira, 9 de maio de 2012


Em pleno mês de Maio, mês de Maria, mês da Mãe,
Fotografia dispensada a administrador do Blog que a publica para conhecimento do que era a nossa Vila Termal há mais de 50 anos possivelmente.
A Comunidade Paroquial prepara-se para o Encerramento do Mês de Maria, da Senhora de Fátima a acontecer ao princípio da noite de Sábado, 26 de Maio, após a Celebração da Eucaristia Vespertina.
Talvez até melhor que Encerramento merecesse fazer “Uma Abertura ou Entrada Do Mês de Maria” ...
Procissão tradicional que irá percorrer os caminhos da Nossa Terra segundo o tradicional trajecto e itinerário.
Irá seguir em parte o trajecto conhecido de há longos tempos e de que a presente fotografia é indício e  apresenta.
Fotografia dispensada a um  administrador do Blog que a publica para conhecimento do que era a nossa Vila Termal há mais de 50 anos possivelmente.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Dois anos depois de encerramento da Rohde, trabalhadores continuam no desemprego - Sociedade - Sol

O encerramento da fábrica de calçado Rohde foi votado em assembleia de credores há dois anos, por 866 dos seus 980 funcionários, e 60 por cento dessa força laboral continua desempregada, sobretudo os menos jovens.

Fernanda Moreira acompanhou o processo de insolvência da empresa da Feira enquanto dirigente do Sindicato dos Operários da Indústria do Calçado, Malas e Afins dos Distritos de Aveiro e Coimbra, e disse à Lusa que, do universo de funcionários daquela que era então a maior empregadora nacional do sector, «os trabalhadores das secções de costura e montagem foram os que mais facilmente arranjaram emprego no ramo».

A dirigente sindical revela que um número significativo desses operários «foi admitido pela Ecco no início deste ano e outros 30 foram colocados numa fábrica nova de Espargo», mas admite ser «natural que as empresas dêem preferência a trabalhadores mais jovens».

«Alguns abriram os seus próprios negócios, mas isso aconteceu com uma meia dúzia de pessoas, se tanto. E a realidade é que, para os outros, está cada vez mais complicado», disse.

Elsa Reis é uma das ex-trabalhadoras da Rohde que continua desempregada e, depois de ter dedicado 24 anos à empresa no «serviço de mãos», ainda espera receber a devida indemnização pelo seu despedimento - já que, até hoje, todos os operários da unidade se ficaram apenas por um adiantamento do Fundo de Garantia Salarial e só após a venda do restante património da fábrica poderão receber a totalidade dos seus direitos.

«Já fui para outra empresa, mas não me quiseram e, quase a fazer 49 anos, não estou a ver jeitos de isto melhorar», desabafa a operária das Caldas de S. Jorge. «O meu marido trabalhava na cortiça e também está no desemprego».

segunda-feira, 7 de maio de 2012

As Paróquias e Diocese do Porto na continuidade da “Missão  2010” 
celebram de um modo mais vincado a dupla Família e Juventude.
Isto é entre tantos sectores da Pastoral 
e Actualização do Concílio Vaticano II que está á porta 
da Comemoração dos seus 50 anos, urge cumprir as respectivas conclusões, a pastoral e a doutrina.
Em os 50 anos do Concílio Vaticano II tem lugar o “Ano da Fé” 
a iniciar em Outubro de 2012  até  Novembro de 2013.
Será uma oportunidade excelente reactualizar o mesmo Concílio Vaticano II.
Dentro da temática Familia e Juventude é papel das Comunidades colocar em lugar de destaque as Famílias Cristãs, em Matrimónio Cristão e  a Juventude adveniente e proveniente dessas Familias em que se  patenteiam o esforço de ser exemplo,  participação comunitária e celebrativa e empenho social e e humano nas Comunidades Eclesiais a que pertencem.
Na convicção de que não se é perfeito, “ Perfeito só Deus”, mas que se quer seguir  nesse mesmo caminho que Deus quer e a Comunidade o exige há que esquecer e perdoar o passado e lançar-se no Futuro nas mãos de Deus e na colaboração comunitária.
Daí que o comemorar, celebrar os aniversários do Matrimónio: 10 anos, 25 anos, 50 anos. 60 Anos e quiçá 75 Anos são uma iniciativa excelente a não esquecer na s várias comunidades paroquiais e cclesiais.
 Dia 18 de Maio pelas 21.00 horas, no âmbito da Semana da Vida 13 a 20 de Maio tem lugar na Igreja Matriz da Feira a Celebração da Vida com Maria Mãe de Deus para todas as famílias da nossa vigararia de Santa Maria da Feira, cada família trará uma flor para oferecer a Maria em sinal de partilha da Vida.
Com o sentido e intenção acima referidos celebraram Bodas de Prata Matrimoniais no dia 2 de Maio de 2012
O Casal são-jorgense  Alice Maria  e  Joaquim Fernando
Data memorável para o mesmo Casal. 
Celebram os seus 25 anos de Matrimónio Cristão
ou seja as Bodas de Prata Matrimoniais.
Evento singular e comemorativo.
São 25 anos de vida em Família com a presença física
e integral dos seus (suas) filhos (as) Catarina, Pedro, Daniela e André. Evidência ao vivo de uma fecundidade genésica – bíblico-cristã : “Sede Fecundos, Crescei e Multiplicai-vos”.
Na verdade sempre há datas e dias comemorativos.
É bom digno e justo vomemorá-los.
Esquecê-los ou obliterá-los pode acarreter arrependimento tardio e inconsequente de os os não ter lembrado e recordado no seu devido tempo.
Assim serviu o final do dia 2 de Maio de 2012 para o agradecimento,
louvor
e accão de graças perante os pastores da Igreja Local ,
da Família e Irmãos da Comunidade em Eucaristia vivida,
solenizada e participada.
Em ambiente celebrativo diocesano portuense que privilegia a Família e a Juventude nada tão adequado como reviver o Sacramento da Famíla Cristã e da Juventude patenteada e objectivada nos (as) filhos (as) acima referenciados.
Em cânticos festivos bem conseguidos
e textos bíblicos proclamados se referiu ”O Amor é Forte Como a Morte”,
o trabalho criador e criativo, as canseiras é afazeres domésticos,
o cuidado da Família são virtudes exemplares
e significativas na Famíla Cristã.
Nela se evidencia as três virtudes teologais, como muito bem frisou Sua Excelência Reverendíssima D. João Evangelista Pimentel Lavrador:
Fé , Esperança e Caridade.
Das três a Caridade, o Amor a Deus e aos Irmãos são a nota perene e eterna do Sacramento onde a união e a fortaleza da Família se evidencia na casa construída sobre a rocha firme e segura.
Quem ama perdoa.
E perdoa quem ama.
Excelente binómio frásico a viver, conservar, alimentar e desenvolver sempre.
De salientar a renovação dos compromissos matrimoniais de há 25 anos no mesmo templo e altar em tomada de novo fôlego de um casal que se propõe públicamente continuar e prosseguir o caminho vocacionado de Cristo, da Igreja e dos Irmãos.
A presença de tantos amigos, Família e Comunidade conferem o conforto, o entusiasmo e decisão peremptória de continuar e prosseguir a caminhadas iniciada  há 25 anos fazendo os possíveis por melhorar e corrigir o que por ventura haja a fazer no esforço de que o amor tudo perdoa e o perdão é próprio de quem ama. O que passou passou, o que importa é o futuro. Águas passadas não moem moinho, caminhar a olhar para trás é sujeitar-se a encontrar obstáculos e a não prosseguir caminhocerto e exacto.
Foi um fim de tarde lindo, belo em Eucaristia à volta do Altar,
em convívio na mesa que alimenta, robustece, alegra em sadia  e reconfortante convivência. Fica a pairar no ar a melodia dos parabéns com a docura alba do bolo festivo.

Parabéns!
Muitos anos de vida,
Felicidade e Alegria.

domingo, 6 de maio de 2012

Santa Maria da Feira: Milheirós de Poiares quer passar a integrar o concelho de S. João da Madeira…

Santa Maria da Feira, 04 mai (Lusa) - A Assembleia de Freguesia de Milheirós de Poiares, na Feira, aprovou um parecer que apoia a integração da vila no município de S. João da Madeira e rejeita a extinção proposta no Documento Verde da Reforma da Administração Local.

O presidente da Junta de Milheirós de Poiares, Augusto Santos, disse à Lusa que essa é uma "posição natural" e que "representa a vontade da esmagadora maioria" dos cerca de 3.800 habitantes da freguesia: "Milheirós é contígua a S. João da Madeira, é nesse concelho que trabalhamos e fazemos compras, estamos ligados por afetos sociais e esta é uma decisão que, ao preservar a autonomia da freguesia, respeita os seus 498 anos de história e património".

O autarca reconhece que também haverá "outras vantagens" na integração em S. João da Madeira: "Basta ver que aquele é o concelho mais pequeno do país e, mesmo tendo só uma freguesia, tem uma pujança industrial tremenda. Já aqui, no da Feira, com 31 freguesias, o que é que se vê? Nada. Não se vê nada e ninguém nos liga nenhuma, aqui no extremo sudeste do concelho".

quinta-feira, 3 de maio de 2012

INDÁQUA–FEIRA COLOCA LIXO NAS MARGENS DO RIO UÍMA…

2012-04-30-20_14_03_thumb112012-04-30-20_14_03_thumb1
2012-04-30-20_13_49_thumb1
A empresa que tanto nos obriga a pagar taxas por tudo, e por nada, tem destas coisas…
Estes dias foram colocar novas bocas de incendio (mais escondidas para os bombeiros não as verem…) tem o desplante de colocarem todo o lixo na margem do RIO UÍMA…
Lamentável é que situações destas as associações e OUTRAS “AMIGOS DO UÍMA” não denunciem às autoridades…
As margens do RIO UÍMA, nos últimos dias foram decoradas com plataformas móveis, que foram abandonadas pela INDÁQUA, no decorrer das obras (ver ponte dos candaídos e lago em frente às Termas)…
2012-04-30-20_13_42_thumb1

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL