quarta-feira, 18 de junho de 2008

Assembleia extraordinária segunda-feira, dia 23-06-2008


A Assembleia Extraordinária, que era para ser esta quinta-feira, afinal passa para segunda-feira, dia 23-06-2008.
A Assembleia tem os seguintes:

- Ponto Um: Tomada de posse do novo elemento da Assembleia no seguimento da renuncia ao cargo de um dos elementos do Partido Socialista.

-Ponto Dois: Pedido de esclarecimento sobre a abertura e funcionamento da Esplanada no lugar da Sé.



Opinião do Administrador do Blog:
Só não entendo qual a razão de esta Assembleia de Freguesia, não ter o espaço aberto ao público. É sabido que se haveria Assembleia em que esse espaço devia de existir era esta, em que está em causa queixas efectuadas na Câmara Municipal, por cidadãos e alegadas ameaças e chantagens por elementos da Câmara e junta de Freguesia a estabelecimentos.

Não deixa de ser curioso que quando paira no ar que os elementos da Junta de Freguesia, bem como os da assembleia do PSD, tenham sido chamados à Câmara Municipal, com o objectivo de camuflar possível ilegalidade, estas atitudes deixam antever que afinal de contas existe gato escondido com rabo de fora.

É lamentável que se ponha a politica à frente da população, principalmente dos comerciantes que se sentiram lesados, e que muito já deram à terra. Não entendo como para abrir um estabelecimento de 3 ou 4 meses, “criem terror” em quem já trabalha à mais de 15 anos. Fique bem expresso que não sou contra as esplanadas, e no meu entender elas estão muito bem.

Para este caso existe uma frase “não basta ser sério, tem de parecer” O que é certo, estas atitudes fazem de um caso que acredito que tenha sido levado com seriedade, mas que com o desenrolar da situação, pareça o contrário. Aguarda-se as explicações e o confirmar ou não, das bocas entre abertas, que se ouvem em cada estabelecimento que passo, para a próxima Assembleia de Freguesia segunda-feira dia 23.

18 comentários:

Anónimo disse...

é mais um gato de fora com o rabo escondido.

Anónimo disse...

NÃO ENTENDO COMO É QUE AS TRES PESSOAS DO PSD QUE EU ATÉ AS CONHEÇO COMO CORRECTAS, ESTÃO A IR NA ONDA DESTAS ILEGALIDADES. SERÁ QUE TAMBEM FORAM AMEAÇADAS.

Anónimo disse...

Todos queriam era ficar com o negócio...

Anónimo disse...

À atenção do Sr. Administrador,

A não inclusão de intervenção do público deverá ter sido por se tratar de uma Reunião Extraordinária. O que estranho é o facto de, havendo obrigatoriamente (legalmente) uma Assembleia em Junho em Reunião Ordinária, o Sr. Presidente da Mesa não ter marcado a Reunião Ordinária e incluir na O. Trabalhos o Ponto requerido por quem requereu a Reunião.
Já agora, sugiro a Sr. Administrador, que publique no Blogue o Cabeçalho do Caderno de Encargos do Concurso e :
Art. 1 Lote 1
Art. 2 nº. 2
Artº. 5º.
Artº. 7º.
e
PROGRAMA DO CONCURSO
Artº. 2
Artº. 5 Nº. 1 Lote 1
Artº. 4º.
Artº. 9º. Art. 15º. Alinea c)
O ideal seria a publicação integral dos dois documentos, mas seria bastante extenso.
Fica a sugestão e é certo que algumas pessoas iriam mais esclarecidas sobre tudo o que se passou.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

é incrivel como os caldenses são tão facilmente influenciados por "conversas de café" e fazem dessas "conversas" a "lei". Sejamos, no mínimo, razoáveis, em relação ao assunto das esplanadas. Se houve um único concorrente para as mesmas, que legitimidade tem os outros interessados mas não concorrentes, para reclamar seja o que for. Se houve favorecimentos ou influencias, provem isso no lugar adequado, porque o diz que disse é muito bonito, mas o que é certo é que não vale de nada. E, tenho pena de o dizer, mas quem permitiu que os vencedores do concurso abrissem antes do tempo regulado pelo mesmo, foram os interessados que não concorreram, pois se houvesse mais do que um concorrente, a camara e a junta já não poderiam emitir qualquer licença em termos de excessão. As regras e o jogo são claros, quem não vai a jogo, nunca pode ganhar ou reclamar que não ganhou, com a experiência que tem destas coisas e com o suporte de rectaguarda que têm também, deveriam ter pensado bem em vez de ficar a vere a caravana passar...tiveram muito tempo para o fazer...

Anónimo disse...

foi o PS que pediu a sessão extrordinária, por isso quem lhes pediu para fazerem isso, concerteza já lhes deu a "lição" do que devem ou não dizer na assembleia. Se era do interesse de particulares, deveriam ter sido estes a solicitar a assembleia extraordinária junto da mesa da mesma. Não deixa de ser de lamentar contudo, a renuncia ao cargo por um dos elementos do PS, partido esse que criticou veementemente a renuncia em mandatos anteriores por parte de elementos de outros partidos, e fazendo disso bandeira de campanha...é, no "melhor" pano cai a nódoa...

Anónimo disse...

Pela ignorância exposta nos dois comentários que este antecedem, atrevo-me a acreditar que são do mesmo autor. Não sabe o último que uma Reunião extraordinária da
Assembleia de Freguesia PODE ser requerida por UM TERÇO dos seus membros. Para ser por elementos estranhos ao órgão teria que ter 270 (DUZENTAS E SETENTA) assinaturas de cidadãos eleitores na freguesia. Donde os considerados lesados não poderiam requerer a Reunião. Bastaria ler a Lei, se porventura imagina que estas coisas estão legisladas. Todos os membros que requereram a Reunião estão tão dentro do problema como o aqui signatário, porque as coisas baixas de pessoas ainda mais baixas sabem-se, analisam-se e comentam-se, pelo que todos sabem o que devem dizer. O elemento que renunciou à Assembleia de Freguesia mostrou uma dignidade que os comentadores que imediatamente me antecederam não têm espaço para a meterem. Claro que ele na carta de renúncia não a explicita. Está de parabéns pelas razões que invocou onde havia razão para invocar.
Para o anterior bastará dizer que um CONCURSO PÚBLICO é um instrumento que é publicado em DIÁRIO DA REPÚBLICA. O Anúncio para DR faz parte do processo. E não importando quantos sejam os concorrentes, as condições não podem ser alteradas depois. Alterações a serem sugeridas seriam ANTES e tornadas públicas e publicadas. Imposições há, às vezes nos concursos, que inibem alguns concorrentes.O periodo de funcionamento terá sido determinante para impedir alguns concorrentes. Pelo menos foi o invocado nas queixas apresentadas.
As inibidoras não podem ser apagadas depois do Concurso. DIsso também é fácil tomar-se conhecimento. Claro que havia quem soubesse de antemão que, se não houvesse mais ninguém, ou se ganhasse, teria as condições alteradas, quanto a prazo, preço e , parece, outros gastos evitados. Saberá que seria exigível a montagem de sanitários amovíveis? É o que lá diz. Seria violento, havendo ali sanitários, mas diz na documentação. Bolas!!
Para abrir alguns olhos é que pedi ao Sr. Administrador do Blogue que publicasse o Caderno de Encargos e o Programa. Lá está TUDO bem explícito e não diz a quantos concorrentes se destina.
Conclui-se facilmente que houve favorecimento vergonhoso. O Sr. Secretário da Junta, que vejo mais
cordato e nada pesporrente, poderá, se entender, contar o que pouviu certo dia ali num estabelecimento da Sé, depois de ter fechado. Ele que conte quem estava presente e o que ali foi dito. Prestaria um grande serviço à verdade. (desculpem a extensão)

José Pinto da Silva

ADMINISTRADOR DO C.S.J. disse...

O Administrador do Blog, não teve acesso ao caderno de encargos. Só por essa razão é que não foi publicado.

Cumprimentos do Administrador do C.S.J.

Anónimo disse...

Eles falam, falam... mas não dizem nada...

escrevem muito bem, pena é, que só consigam vêr para um dos lados (politicamente falando) e isso lhes turve a vista...

Se é para bem da freguesía, sem que mal se faça a ninguém, PORQUÊ tanta polémica.
Será que isto é tão mau para a freguesía?? Ao ponto de se levar o assunto para os jornais concelhios??
Será que é desta forma (pelo constante negativo) que queremos ser conhecidos pelas freguesías visinhas??
Porque é não se aproveitou (pela positiva) este meio de comunicação para salientar o que de bom tem acontecido na freguesía, ainda à quinze dias teve grandes motivos para o fazer - Porque será que não o faz??

Todos temos grandes responsabilidades pela imagem que transmitimos da nossa freguesía, SERÁ ESTA A QUE QUEREMOS?

Anónimo disse...

caro comentador, lamento a falta de ética que colocou no seu texto anterior e fico satisfeito por ver que afinal a verdade o irrita e leva as pessoas a responder e a agredir. Não é falsidade nenhuma que a assembleia poderia ter sido requerida por eleitores desta freguesia, ao abrigo do artº14 Al.C da lei 169/99 de 18 de Setembro, não foi mencionado porque a quem interessava a mensagem percebeu bem, e não é a menção maçuda dos artigos ou leis nos comentários que fazem dos comentadores mais ou menos informados, embora a alguns lhes aumente o ego esta exposição de tamanho conhecimento, achando que sabem tudo e que os outros são todos ignorantes, já foi tempo disso, agora não. Em relação á demissão do elemento do PS, é de facto uma atitude digna, quando não se concorda ou não se tem disponibilidade para o cargo, é isso que se deve fazer, pena é que para os elementos do PS as atitudes sejam dignas, quando são de outros partidos são irresponsáveis e não deveriam sequer ter concorrido ao cargo. Não me espanta o comentário, coêrencia é uma palavra que não existe no dicionário do PS.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

deixem a esplanada que tanto jeito dá ao povo e remem todos no mesmo sentido, contornem as polémicas e deixem o povo gozar um pouco o ar livre. Vem aí o Verão, toca a animar pessoal

Anónimo disse...

Escrevi algures, em comentário no blogue que a Assembleia, ao abriogo da lei, poderia ser convocada por cidadãos eleitores. Só que diz a alinea c) do nº. 1 do Art. 14º. da Lei 169/99:
"Por um número de cidadãos eleitores inscritos no recenseamento eleitoral da freguesia, equivalente a 30 vezes o número de elementos que compõem a assembleia, quando aquele número de cidadãos eleitores for igual ou inferior a 5000..."
Logo seriam precisas 270 assinaturas de eleitores. Aceitará que seria alguma maçada. Não será mais fácil um grupo de integrantes da Assembleia, se solidário, fazer o pedido?
Quem criticou qualquer demissão de qualquer membro da Assembleia de Freguesia, em qualquer altura? Houve alguma crítica, por sinal não minha, por alguns elementos não terem assumido a Presidência da Junta a quando do falecimento do Sr. Coelho.

José Pinto da Silva

Anónimo disse...

se solidário, disse bem...

Anónimo disse...

Escrevem muito bem, pena é, que só consigam vêr para um dos lados (politicamente falando) e isso lhes turve a vista...

Se é para bem da freguesía, sem que mal se faça a ninguém, PORQUÊ tanta polémica.
Será que isto é tão mau para a freguesía?? Ao ponto de se levar o assunto para os jornais concelhios??
Será que é desta forma (pelo constante negativo) que queremos ser conhecidos pelas freguesías visinhas??
Porque não se aproveitou (Jornais) este meio de comunicação para salientar o que de bom tem acontecido na freguesía, ainda à quinze dias teve grandes motivos para o fazer - Porque será que não o fez??

Todos temos grandes responsabilidades pela imagem que transmitimos da nossa freguesía, SERÁ ESTA A QUE QUEREMOS?

Anónimo disse...

houve de facto muitas criticas, atento e informado como é não lhe passaram ao lado, e note bem, que não escrevi em qq comentário que a critica teria sido sua, mas sim do PS e utilizado muitas vees na campanha eleitoral como sendo algo impensável por parte destes, pelos vistos na prática não é assim, até porque os motivos expostos pelo demissionário, deixam muito a desejar.

Anónimo disse...

Acho que a justificação do Joaquim (NÍNI) para o seu pedido de renúncia é absolutamente digna. A justificação efectiva. A que foi escrita em carta para ser presente à Mesa da Assembleia é outra coisa.
Acho que foi coerente. Só que!!!

Já agora quero deixar bem CLARO que acho útil para a terra o funcionamento da esplanada, não havendo o Ilha/Bar a funcionar, explorada por quem quer que seja. sempre defendi. Não posso aceitar é que tenha havido jogo rasteiro e sujo no processo de atribuição da exploração.
José Pinto da Silva

Anónimo disse...

mas afinal que jogo sujo e rasteiro foi esse ? Todos falam que o houve mas ninguém diz concretamente qual foi.

SEGUIR O BLOG POR E-MAIL